Eduardo Costa se envolve em polêmica ao defender Bruno por piada machista

Eduardo Costa se envolve em polêmica ao defender Bruno por piada machista (Foto: Arte Movimento Country)
Eduardo Costa se envolve em polêmica ao defender Bruno por piada machista (Foto: Arte Movimento Country)
Publicidade

Eduardo Costa saiu em defesa de Bruno, da dupla com Marrone, após piada feita com apresentadora grávida: “Ele é um Papa como pessoa!”

Eduardo Costa se manifestou sobre o caso do cantor Bruno, que constrangeu a apresentadora Flávia Viana com piadas machistas em uma live sertaneja no último fim de semana. Na ocasião, o cantor chegou a perguntar para a celebridade, que está grávida, se ela conhecia o pai de seu filho, além de outras barbaridades.

Acompanhe as últimas notícias do Movimento Country no Instagram

Publicidade

Bruno chegou a propor para que os dois se encostassem, alegando que “os órgãos sexuais não encostariam, por causa do tamanho da barriga”. As declarações geraram revolta na internet, que criticou – e muito – a ação do cantor. O mesmo pediu desculpas e revelou que “não pode brincar mais com nada”. Flávia Viana também se manifestou, afirmando que ficou constrangida e que brincadeiras tem limite e todos devem conhecê-lo.

Após o rebuliço da história nas redes sociais, ninguém menos que o cantor Eduardo Costa, que recentemente rompeu sua parceria com Leonardo e afirmou que a agência de shows “não estava servindo para nada”. Enquanto fazia uma live no seu Instagram, o cantor de “Voy a Olividarte” fez questão de defender Bruno, alegando que as pessoas julgam demais e que ele era também sofria com as críticas e julgamentos:

“Eu quero dizer que eu sou seu amigo, cara e eu jamais deixaria um companheiro no meio do caminho. Você é meu irmão, meu parceiro e eu seu o que passo por causa disso. Eu sei o que as pessoas falam, infelizmente as pessoas julgam a gente por algumas coisas, parece que a gente é cruel, a gente é sacana”. Quanto à questão do machismo, no qual Bruno estava sendo detonado, Eduardo Costa concluiu: “Eu tenho família, tenho mãe, irmã, filha, primas. Sou um cara apaixonado por pessoas, por gente!”.

O sertanejo terminou dizendo que o amigo era um “santo” na música e como pessoa: “O Bruno é um Papa cantando, é um Papa como pessoa. É um excelente ser humano, como todos nós ele também fala besteira”.

Os comentários de Eduardo Costa geraram todo tipo de reação na internet. Desde apoio de seus fãs, que afirmaram que “Hoje em dia não se pode falar mais nada que é tudo motivo de ‘mimimi'”, até duras críticas de internautas, que afirmaram que os dois eram farinha do mesmo saco e que “Defendeu porque faz igual ou pior”. As polêmicas de Eduardo Costa foram destacadas nos comentários. Uma usuária disparou: “Logo esse aí que só fala merda tá querendo defender alguém?”.

Assim como o sertanejo Bruno, Eduardo Costa já teve uma série de atitudes machistas que revoltaram a internet. Confira abaixo algumas delas.

Leia também

O machismo dos Sertanejos

(Foto: Instagram)
(Foto: Instagram)

Essa não foi a primeira vez que Bruno protagonizou falas machistas. O cantor já chegou a comparar as mulheres brasileiras à “piranhas” com piada de mal gosto em um show nos Estados Unidos e, sempre que passa dos limites da bebida, dá declarações infelizes que não pegam bem. Costa, que defendeu o amigo, também já foi protagonista de uma série de polêmicas envolvendo mulheres e atitudes machistas.

Siga o Movimento Country: Google News | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

A começar pelas traições à socialite Hellen Ganzarolli, o cantor chegou a se envolver com mulheres casadas no Paraná após o término polêmico de seu relacionamento com Victoria Villarim. O namoro entre Eduardo Costa e a bailarina terminou em confusão e processo judicial.

O cantor foi acusado de ter vazado fotos íntimas no Instagram da ex namorada e respondeu as acusações na justiça. O motivo, segundo a bailarina, teria sido por vingança, quando ela tentava seguir um novo relacionamento e o cantor ainda não havia superado o término. Quem não gostou da atitude de Victoria foi o irmão do artista, que chegou a ameaçá-la de morte, o que gerou revolta e indignação no público.