Eduardo Costa causa polêmica após declarar que cachaça combate o coronavírus

0

O cantor sertanejo Eduardo Costa apresentou na última sexta-feira (12), sua primeira live solo, após polêmica envolvendo Leonardo

Bem diferente do que prometeu, Eduardo Costa apareceu bem comportado, em sua primeira live sertaneja solo, após ter prometido tocar o “terror”. Num estilo diferente das suas participações anteriores o cantor mostrou seu lado romântico durante a apresentação.

Acompanhe as últimas notícias do Movimento Country no Instagram

Depois de ser duramente criticado pelo seu comportamento grosseiro e indelicado na live “Cabaré” ao lado do cantor Leonardo, Eduardo chegou a ameaçar a abandonar as redes sociais, após o veterano declarar que não se apresentaria novamente ao seu lado. Após a confusão, Costa declarou que o projeto “Cabaré” será repaginado e contará com participação de outros convidados.

Depois de realizar um teste para covid-19, durante a sua apresentação na noite de sexta-feira (12), patrocinado por um dos seus patrocinadores, o sertanejo chegou afirmar que “Cachaça mata o coronavírus”, citando outro patrocinador de sua live.

Seus seguidores se manifestarem contra a declaração do sertanejo, devido a gravidade da pandemia.

Leia também

Eduardo Costa foi criticado por espalhar fake News nas redes sociais

(Reprodução YouTube)
(Reprodução YouTube)

Eduardo Costa voltou a se envolver em mais polêmica nas redes sociais. O cantor sertanejo que agora vai distribuir dinheiro nas suas lives sertejas, após a repercussão negativa da sua participação ao lado de Leonardo no show “Cabaré”, foi detonado pelos seguidores após compartilhar uma fake News em seu instagram.

Nesta terça-feira (dia 9), o músico, que é apoiador declarado do presidente Jair Bolsonaro, fez uma provocação no Stories no Instagram compartilhando uma notícia apontando que os pacientes assintomáticos contaminados pela Covid-19 não têm potencial de infectar outras pessoas.

A notícia compartilhada do site Jornal da Cidade Online aponta ainda que a conclusão teria partido da Organização Mundial de Saúde e que por isso milhões de pessoas isoladas em suas casas acabaram perdendo, sem necessidade, seus empregos e por isso afetaram negativamente a economia. “Após pedirem desculpas pela Hidroxicloroquina, agora a OMS conclui que pacientes assintomáticos (a grande maioria) não têm potencial de infectar outras pessoas”. Milhões ficaram trancados em casa, perderam seus empregos e afetaram negativamente a Economia“, diz o trecho compartilhado pelo sertanejo.

Siga o Movimento Country: Google News | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

A informação compartilhada por Eduardo Costa na verdade é falsa. Circula nas redes sociais que pacientes assintomáticos não transmitem o novo coronavírus, que causa a Covid-19.

Essa informação começou a ser disseminada após a chefe do programa de emergências da Organização Mundial de Saúde (OMS), Maria van Kerkhove, afirmar que a transmissão da doença por pacientes sem sintomas de Covid-19 parece acontecer de maneira mais “rara”.

Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook pediram que esse material fosse analisado e foi concluído que trata-se realmente de fake news. Pacientes assintomáticos, independente da maior ou menor potencial, possuem sim chances de infectarem outras pessoas.

Deixe uma resposta