Início Notícias Sertanejas Após ser jogado na sarjeta, Eduardo Costa expõe a verdade sobre briga...

Após ser jogado na sarjeta, Eduardo Costa expõe a verdade sobre briga com Leonardo “Não foi um ponto final”

0
21
Eduardo Costa abre o jogo e revela detalhes sobre briga com Leonardo (Foto: Divulgação)
Eduardo Costa abre o jogo e revela detalhes sobre briga com Leonardo (Foto: Divulgação)

Eduardo Costa faz desabafo sobre “Cabaré” e diz que projeto foi uma “virgula”na sua amizade com Leonardo

Não é segredo para ninguém que Eduardo Costa ainda guarda mágoas após ser expulso do projeto “Cabaré” 2020, que colocou uma pausa na sua parceria com Leonardo.

Após a briga entre os 2 artistas, cada um seguiu seu caminho. Leonardo montou uma nova formação de “Cabaré”, com Bruno e Marrone e segue com sua agenda de shows. Já Eduardo Costa criou um projeto com Ralf que não decolou, e agora tenta se reinventar em carreira solo.

Durante entrevista ao programa Fofocalizando, o cantor mineiro resolveu se manifestar oficialmente sobre o rompimento com o pai de Zé Felipe.

Acaba que cada um fala uma coisa, um diz uma coisa, outro diz outra. E ficou o dito pelo não dito. E acaba criando de alguma forma um mal-estar. Mas eu amo o Leonardo. É uma pessoa que faz parte da minha vida e nunca vai deixar de fazer. O Cabaré é uma vírgula na nossa vida. Como qualquer vírgula não é um ponto final, é só uma pausa”, contou.

A dobradinha com duas das vozes de sucesso da música sertaneja na última década terminou em 2020 após mais de 300 shows em todo o Brasil.

Após boatos de desentendimentos entre os cantores, fato que agitou os bastidores do segmento, Leonardo publicou um vídeo em suas redes sociais explicando que rompeu contrato com seu escritório por ter o desejo de tocar sozinho sua carreira. Na ocasião, o cantor sertanejo também negou qualquer desavença e agradeceu a Leonardo.

Eduardo Costa criou “Cabaré” e perdeu a marca para Leonardo

Para quem não sabe, o projeto “Cabaré” começou a ser idealizado por Eduardo Costa por volta de 2012, e o desejo do cantor era de gravar um DVD com Leonardo em um bordel (daí o nome Cabaré), mas na época a gravadora recusou o projeto em função da polêmica que poderia causar pelo nome e pela proposta.

No entanto, pouco tempo depois Paulo Junqueiro, o presidente da Sony Music gostou da ideia do projeto, mas acabou reformulando a ideia original para uma forma mais glamourizada.

Em pouco tempo, o “Cabaré” se tornou um dos shows mais requisitados e caros do Brasil, devido à grande fama que conquistaram, mas a relação entre Eduardo Costa e Leonardo começou a se desgastar nos bastidores do projeto, devido à questões com a produção e inclusive grosserias com os funcionários, o que deixava o clima tenso.

Anos depois da gravação do segundo DVD, Leonardo e Eduardo Costa voltaram a cantar juntos sob pressão dos patrocinadores e  realizaram uma live sertanejado projeto. A live da dupla foi uma das mais esperadas de 2020 e bateu recorde de audiência, mas o resultado foi desastroso.

É aí que começa a confusão, pois a ideia  do projeto é do próprio Eduardo Costa, mas o nome “Cabaré” foi registrado pela Talismã no INPI(número de registro 909841004). Para quem não sabe, Talismã é a empresa de Leonardo que tinha contrato com o namorado de Mariana Polastreli na época e gerenciava sua carreira.

Nessa época, o Movimento Country antecipou exclusivamente que os dois sertanejos teriam brigado e colocado um fim na parceria, informação que foi veementemente negada pela assessoria de imprensa dos dois cantores e que foi confirmada recentemente por Eduardo Costa em uma entrevista, que alegou estar magoado com Leonardo pela apropriação do projeto “Cabaré”.

Mas o cantor mineiro voltou novamente tocar no assunto durante uma live no Instagram e revelou que não tem mais contato com Leonardo.

Questionado por um seguidor sobre a polêmica do registro da marca, Eduardo Costa foi incisivo “Se fosse o contrário tivesse acontecido isso não é se alguém da minha equipe tivesse registrado a marca Cabaré eu não deixaria isso acontecer com certeza eu ia lá ia desfazer mesmo já estando reconhecido

O sertanejo também fez questão de afirma que foi o criador do projeto, mas reconheceu a importância do seu ex-parceiro para que o projeto fosse para frente “A marca foi idealizada por mim mas sem o Leonardo ela não seria o que é” finalizou.