Jorge e Mateus são vítimas de golpe de ex empresário e revelam prejuízo milionário

0

A dupla sertaneja Jorge e Mateus está movendo uma ação contra seu antigo empresário, por um desvio milionário no que pode ultrapassar a marca dos 17 milhões de reais

Jorge e Mateus se envolveram em uma nova polêmica após o jornalista Leo Dias revelar ao seu público o processo que a dupla move contra seu ex-empresário, Marcos Araújo, proprietário da Audio Mix, um dos maiores escritórios de artistas sertanejos do Brasil.

Siga o Movimento Country: Google News | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

O jornalista revelou em sua matéria publicada neste sávado (18), teve acesso a uma ação indenizatória de mais de 50 páginas, envolvendo Jorge e Mateus, com a empresa J&M Produções, e seu antigo empresário, Marcos Araújo, dono da AudioMix. A ação estava pública até o momento e contava com inúmeras acusações, entre elas um desvio de R$ 17 milhões de um adiantamento contratual envolvendo a Som Livre. O valor total na Justiça ainda é indefinido, já que eles pedem a quebra de sigilo bancário do ex- empresário e a apresentação de contratos e livros de contabilidade.

Além disso a dupla, que teve uma das lives mais assistidas do YouTube no mundo, solicitou uma auditoria nos contratos efetuados pelo seu e descobriram que os prejuízos eram superiores. Além do desvio do dinheiro da Som Livre, ele também descobriram desvios de cachês de shows e contratos comerciais.

Leia também

Procurado pela coluna de Léo Dias, Marquinhos da AudioMix declarou “Não fui intimado dessa ação, mas posso adiantar que não há quaisquer desvios de valores e isso será demonstrado no processo. São acusações sem fundamentos normais de artistas que visam quebrar um contrato e não pagar a multa e os haveres da sociedade.”

Jorge e Mateus também estão sendo processados pelo seu antigo empresário

Marquinhos da AudioMix começou uma verdadeira batalha judicial está processando Jorge e Mateus, que tem um dos maiores cachês sertanejos do Brasil. O empresário, responsável por uma década de sucesso pede mais de R$ 31 milhões pelo rompimento de contrato no fim do ano.

No entanto, após 10 anos juntos, a dupla resolveu encerrar a parceria no final de dezembro com a Audiomix, escritório que administrava sua carreira.

Clique aqui para receber as notícias no seu Messenger

Na ocasião, a dupla sertaneja, que foi a mais executada da década no Spotify, não quis renovar o contrato. Os sertanejos alegaram que passariam a administrar a própria carreira. O processo não está em segredo de Justiça.

 

Deixe uma resposta