Quem é Zé Vaqueiro, o cantor que destronou a Globo e deixou o SBT em primeiro lugar?

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Natural do Pernambuco, Zé Vaqueiro é um dos cantores que vem desbravando o piseiro, ritmo em alta nas paradas de sucesso de todo o país

Um dos cantores nordestinos que vem trazendo hits do piseiro para as paradas, Zé Vaqueiro também desbrava o forró. Compondo os grandes artistas da região nordestina já consagrados como Wesley Safadão e outros em ascensão como Os Barões da Pisadinha, Zé é natural de Ouricuri, no Pernambuco e recentemente se juntou a gravadora Sony Music.

– Clique aqui para receber as últimas notícias do Movimento Country no Messenger

Com mais de 1 bilhão de visualizações em seu canal do Youtube, Zé Vaqueiro tem apenas 22 anos e se firmou como um dos grandes talentos da nova geração musical com a música “Letícia”, lançada em 2020. A canção, assim como “Tenho Medo” , foi um divisor de águas na carreira de Zé que teve uma infância difícil.

O músico já afirmou ter passado fome e viu sua vida mudar radicalmente durante a pandemia quando seus hits estouraram. Zé Vaqueiro encerrou 2020 como o terceiro cantor mais ouvido do Youtube, no Brasil. Recentemente, sua participação do Domingo Legal fez o SBT desbancar a Globo batendo grande audiência.

O movimento dos cantores nordestinos em ascensão está dando uma nova cara às paradas de sucesso. Além de Zé Vaqueiro, Os Barões da Pisadinha, Tarcísio do Acordeon, Raí Saia Rodada e DJ Ivis vem surpreendendo especialistas musicais, que afirmam estar surgindo uma nova denominação para o sertanejo: o ‘sertaneste’, que seria o sertanejo que vem do Nordeste, batizado assim pelo radialista Enio Silvério do Podcast Enterhits.

Na vida pessoal, Zé também parece estar muito realizado. O cantor é casado com Ingra Soares e no ano passado foi pai pela primeira vez do pequeno Daniel, de 10 meses. Nas redes, ele compartilha fotos ao lado da esposa e do filho.

Assuntos Relacionados

(Foto: Reprodução/Divulgação)
(Foto: Reprodução/Divulgação)

Enio Silvério chamou a atenção para a semelhança entre Zé Vaqueiro e o cantor Raimundo Fagner, quando este surgiu no cenário musical, nos anos 70: “Quando vi pela primeira vez o Zé Vaqueiro cantando, e o comportamento dele também (…) na maneira de falar, me lembrou muito de um cantor cearense que veio para a grande mídia nos anos 70 (…), o Raimundo Fagner”.

Zé Vaqueiro, recentemente contratado pela gravadora Sony Music e detentor de números impressionantes de visualizações de suas músicas no YouTube, ainda segundo Enio, “Tem todo o jeito do Fagner. Se alguém falasse que era o neto do Fagner, ou sobrinho do Fagner, ninguém poderia dizer que não”. 

“Talvez eles logo descubram isso e façam aí um encontro dos dois, o que seria muito bom, não é? Uma música sendo gravada pelo Fagner e o Zé Vaqueiro, ia dar muito certo, porque eu que conheço o Fagner pelo tempo que morei lá em Fortaleza, vejo muito o Fagner no Zé Vaqueiro”, completou o especialista.

Sobre Enio Silvério: Radialista e comunicador desde os 17 anos. Dirigiu as maiores emissoras de rádio do Brasil, como a Transamérica, em Curitiba, Rádio 100 (CE), Rádio Cidade (RJ), Rádio Cidade (BA) a Rádio Cidade (SP) e Tupi FM (SP) que se tornaram líderes absolutas de audiência sob sua direção. Foi o responsável direto para o sucesso em todo o país dos segmentos Axé Music e Sertanejo Universitário.

Sobre Reinaldo Barriga: Um dos maiores compositores, músicos e produtores musicais do Brasil. Já assinou trabalhos de grandes artistas como Capital Inicial, Engenheiros do Hawaii, Lulu Santos, Nenhum de Nós, Camisa de Vênus, Chrystian e Ralf e recebeu dois Grammys Latino pela sua produção dos álbuns “Vida Marvada” e “Grandes Clássicos Sertanejos acústico II” da dupla Chitãozinho e Xororó.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais