Zé Neto revela luta contra depressão após morte de Marília Mendonça

O cantor sertanejo Zé Neto compartilha sua experiência sombria após a morte trágica de Marília Mendonça

Zé Neto, conhecido por sua parceria musical com Cristiano, abriu o coração durante uma entrevista à Estação Band FM na última segunda-feira (23). Ele revelou ter enfrentado uma depressão severa após a morte trágica de Marília Mendonça, uma amiga próxima e respeitada cantora sertaneja. A experiência foi tão devastadora que Zé Neto chegou a considerar a possibilidade de abandonar sua carreira musical.

“Saíram muitas especulações depois da morte da Marília porque eu não fui no velório dela. Eu não fui porque tenho trauma. Mas começaram a falar que eu não fui porque não tava nem aí pra Marília. Pra ter uma ideia, eu perdi 8kg depois da morte dela tomando remédio pra dormir e bebida alcoólica,” confessou Zé Neto.

A morte de Marília Mendonça em um acidente de avião em Minas Gerais teve um impacto profundo em Zé Neto e Cristiano. Apenas oito dias antes do acidente fatal, a dupla sertaneja passou por uma experiência aterradora quando o avião em que estavam viajando quase caiu devido a uma pane.

“A gente passou momentos terríveis de avião. A nave despressurizou, os pilotos perderam o radar, e a gente ficou muito abalado. Fizemos só shows de ônibus por um bom tempo, não ia mais viajar de avião,” compartilhou o cantor.

Zé Neto também expressou sua insatisfação com alguns artistas que, segundo ele, aproveitaram o momento de luto para se promoverem no velório de Marília.

“A falta que ela faz é insubstituível. Mas você vê tantos artistas que usaram aquela desgraça como palco. A gente guardou a dor pra gente. Fui fazer tratamento pra voltar a trabalhar. Quase morri tomando remédio pra depressão. Até hoje não falei com a mãe da Marília, machuca demais,” concluiu.

A experiência de Zé Neto serve como um lembrete doloroso de que a fama e o sucesso não imunizam contra a dor da perda. A morte de Marília Mendonça deixou um vazio no mundo da música sertaneja, e seu legado continua a ser sentido por aqueles que a conheciam e amavam.