Uber é punido após grave denúncia do irmão de Zezé Di Camargo

O Uber foi multado em R$145 mil, após o Procon de Goiânia receber grave denúncia de Wellington Camargo, irmão de Zezé Di Camargo

Um grave episódio manchou a reputação do Uber em Goiânia. De acordo com informações do Proncon, o motorista do aplicativo teria se recusado a fazer uma viagem com o irmão de Zezé Di Camargo por ele ser cadeirante.

Wellington Camargo fez a denúncia para o Procon e junho deste ano e o Procon de Goiás aplicou a multa de R$145 mil por má prestação de serviço. O caso virou uma briga na justiça após o motorista ter se recusado à transportá-lo exclusivamente pelo fato de ele ser cadeirante.

Em nota ao Portal G1, o UBER disse que vai recorrer da multa nos próximos dias alegando que após o primeiro motorista ter cancelado a corrida, em seguida foi enviado outro motorista para atender a solicitação de Wellington Camargo.

Na ocasião, o cantor contou como o episódio ocorreu. Ele estava na companhia da filha e disse que “se sentiu um lixo” pelo que passou.

Eu estava saindo de um banco para ir para casa. O motorista chegou, minha filha foi até ele e disse para ele esperar só um pouquinho que eu estava descendo a rampa porque era cadeirante. Quando eu estava quase chegando no carro, ele acelerou e foi embora”, desabafou.

De acordo com o irmão de Zezé Di Camargo, o problema, já havia ocorrido anteriormente. O Procon afirmou que tal atitude fere a Constituição, no tocante ao Estatuto da Pessoa com Deficiência e ao Código de Defesa do Consumidor (CDC).

O dinheiro da multa será encaminhado para o Fundo Estadual de Defesa do Consumidor, gerido pela Secretaria de Segurança Pública.

Wellington Camargo foi preso por não pagar pensão alimentícia

Cantor foi preso por não pagar pensão alimentícia
Cantor foi preso por não pagar pensão alimentícia

Em janeiro deste ano o cantor gospel Wellington Camargo, teve que pagar R$18 mil reais, referente à pensão alimentícia de uma de suas filhas. Ele foi preso no dia 29 de janeiro e permaneceu detido por dois adias até que regularizasse a sua dúvida.

O artista alegou que atrasou o pagamento por causa de uma cirurgia na coluna que iria fazer, mas não houve a intenção de prejudicar a filha. Na ocasião,  irmão de Zezé Di Camargo dividiu a cela com o médium João de Deus.

Comentários