Patrocinadora da live sertaneja de Simone e Simaria é multada em R$212 mil pelo PROCON

Live de Simone e Simaria é multada pelo Procon-SP (Foto: Reprodução YouTube)
Live de Simone e Simaria é multada pelo Procon-SP (Foto: Reprodução YouTube)
Publicidade

O PROCON-SP multou uma empresa de título de capitalização que patrocinou a live sertaneja da supla Simone e Simaria no último sábado (27)

A live sertaneja mais vista do mês de junho, o “Arraiá” da dupla sertaneja Simone e Simaria foi alvo da fiscalização do PROCON-SP. De acordo com o órgão, a empresa patrocinadora que vendia títulos de capitalização, impôs cláusula abusiva ao consumidor.

+ Acompanhe as últimas notícias do Movimento Country no Instagram

Publicidade

De acordo com a publicação feita pela Folha de São Paulo, nesta quarta (1º), a Vale Sorte Distribuidora, que atua na intermediação de venda de títulos de capitalização da modalidade filantropia premiável da empresa Aplub Capitalização, veiculou publicidade enganosa e estabeleceu cláusulas abusivas no seu termo de uso, infringindo o Código de Defesa do Consumidor.​

A publicidade veiculada na “Live das Coleguinhas 2” remetia o consumidor ao site da empresa, que anuncia campanha de doação ao Hospital do Câncer de Londrina aliada a sorteios de carros e prêmios em dinheiro. As doações são formalizadas pela compra de título de capitalização, mas há cláusulas abusivas, segundo a fiscalização do Procon, deixando o consumidor em desvantagem porque não responde por falhas na operação, entre outras questões.

A assessoria de imprensa da dupla Simone e Simaria disse que o contrato das artistas tem uma cláusula que as isenta de culpa ou responsabilidade perante produtos e serviços prestados pelos patrocinadores.

Leia também

Lives sertanejas também são alvo do CONAR

(Foto: Reprodução YouTube)
(Foto: Reprodução YouTube)

O Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) julgou no último dia 14 de maio a representação ética que havia aberto contra ações publicitárias feitas nos shows “Live Gusttavo Lima – Buteco em Casa” e “Buteco Bohemia em Casa”, do cantor Gusttavo Lima. Por unanimidade dos conselheiros presentes à sessão virtual, o cantor foi apenas “advertido” pelo Conar.

Na ocasião, o cantor Gusttavo Lima fez um desabafo nas redes sociais e ameçou parar de fazer seus shows on-line

Os artistas estão procurando uma forma de interagir com os fãs e com o público em quarentena por meio das lives. Estamos prestando um grande serviço social por meio dessas lives. Além de shows ao vivo, estamos arrecadando e fazendo doações para entidades e pessoas carentes que neste momento passam por extrema necessidade… Estamos dividindo as nossas intimidades, mostrando ao público como é nossa vida fora dos palcos, compartilhando momentos únicos!!! Àqueles que só criticam e não ajudam em NADA, vai um conselho: não precisam ajudar, mas não atrapalhem quem está procurando ajudar nossos irmãos necessitados.” concluiu o sertanejo.

Siga o Movimento Country: Google News | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Bruno e Marrone também foram advertidos pelo CONAR, De acordo com o conselho, a polêmica se deu, principalmente, pelo cantor Bruno, que foi alvo de vários memes produzidos na internet. O Conar recebeu reclamação e abriu a Representação 81/20. Resultado: “advertência aos influenciadores, por unanimidade”, conforme relata o Conselho.

Vale lembrar que, segundo o Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária, publicidades de bebidas alcoólicas “não conterão cena, ilustração, áudio ou vídeo que apresente ou sugira a ingestão do produto”.

No caso da live da dupla, o Conar decidiu apenas pela advertência e não pela sustação da apresentação. Por isso, o show segue no ar