Simaria faz desabafo sobre pausa na carreira após ser diagnosticada com grave doença

Meu Deus! Simaria revela que chegou à beira da morte após contrair duas tuberculoses e faz desabafo sobre pausa na carreira ao lado de Simone

A cantora sertaneja Simaria Mendes, irmã de Simone que está confirmada como jurada do reality musical “The Masked Singer Brasil” na Globo, voltou a falar sobre a doença grave que teve há alguns anos que a obrigou a dar uma pausa na carreira. A sertaneja, que teve que cancelar sua participação no The Voice Kids deste ano, fez um duro desabafo sobre o ocorrido e emocionou os fãs.

Em uma entrevista ao canal da apresentadora Ana Hickmann no YouTube, Simaria, que pediu ajuda aos governantes sobre a crise no setor dos shows, abriu o jogo sobre o drama que viveu após contrair tuberculose durante uma turnê com Simone e revelou que se não parasse de cantar naquele momento poderia morrer:

“Eu achava que o cansaço extremo que eu sentia era por conta da noite de sono perdida. Eu estava com tuberculose, desidratada, desnutrida. Quando cheguei no doutor David Uip ele disse que não sabia como eu estava viva. Não tive opção, ou eu parava ou eu ia morrer”, desabafou a sertaneja.

Assuntos Relacionados

“Eram 25 shows, 30 shows, era uma loucura. Mesmo quando eu não concordava, eu tinha que fazer, porque já tá no mundo, tá divulgando, ou seja, não tem como você voltar atrás. E eu tinha que cumprir com coisas que eu não estava de acordo. As pessoas acham que é só subir no palco e cantar, tá linda, perfeita. Não é. A gente sofre muito na estrada. Não é à toa que eu peguei duas tuberculoses ganglionares”.

Simaria afirmou ainda que chegou a emagrecer muito quando estava debilitada e chegou a pesar 42kg: “Eles viviam me falando que eu estava muito magra. Foi sofrido, minha língua secava, eu não respirava direito, minha pressão abaixava. Eu ia para o camarim e colocava sal na boca e voltava. Entendi que tinha que procurar um médico”, terminou.

Assista ao vídeo com as declarações completas:

Sertaneja fez apelo sobre crise e cobrou atitude de políticos

(Foto: Reprodução Instagram)
(Foto: Reprodução Instagram)

O ramo artístico foi muito afetado pela pandemia, que impossibilita a realização de grandes eventos. A ideia das lives foi uma saída temporária para que os cantores faturassem com os patrocinadores diante do grande prejuízo das agendas canceladas. No entanto, essas transmissões já estão saturadas um ano após o início do isolamento e recentemente, Simaria cobrou atitudes de autoridades para que ajudassem o setor.

A irmã de Simone, que passou no último fim de semana por uma cirurgia de retirada do útero, fez o desabafo durante participação no programa Altas Horas, exibido em março, e se juntou aos artistas que se preocupam com a crise financeira que os impede de trabalhar. Assim como ela, Naiara Azevedo e Sorocaba chegaram a ir em Brasília se reunir com Bolsonaro para tratar a questão. 

Na ocasião, Simaria declarou: “É uma situação bem triste. Queria que as autoridades criassem uma maneira de ajudar as pessoas desse setor. Não é brincadeira, não”. Ela ainda contou dificuldades do início da carreira de quando tinha uma vida muito diferente da atual e certamente, as crises financeiras de ambos os momentos são muito diferentes.

“Comecei a cantar aos 14 anos. Sobrevivíamos com R$ 200 para fazer compras e sobravam R$ 2 para pegar o transporte e voltar para casa. Foram anos de ralação e sofrimento para a gente conseguir chegar no Simone e Simaria”, concluiu Simaria.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais