Sertanejo é o estilo mais ouvido nas rádios brasileiras em 2019

0 299
Tempo de leitura: 2 minutos

De acordo com a pesquisa divulgada pelo Kantar IBOPE Media e a Crowley, sertanejo é o estilo mais tocado nas rádios em 2019

Por: Hedmilton Rodrigues

As empresas realizaram um estudo que combina a medição de audiência do meio e a execução de músicas em 13 regiões metropolitanas, levando em conta dados de 150 emissoras, de janeiro a abril deste ano. Segundo o levantamento, das 10 músicas mais tocadas nas rádios brasileiras, 7 são do segmento sertanejo.

VEJA TAMBÉM: Luan Santana divulga a data de lançamento do DVD “Viva”

O levantamento também apontou que a música está presente no dia a dia das pessoas e entre os ouvintes de rádios é quase uma unanimidade. Segundo o estudo, 93% deles dizem escutar música, de acordo com os dados do Target Group Index.

“A música está presente na jornada do consumidor, no trânsito, no trabalho e em casa. Entender quais gêneros, artistas e músicas engajam o maior número de ouvintes é essencial para a estratégia de programação das emissoras de rádio”, afirma Adriana Favaro, Diretora Comercial de Veículos da Kantar IBOPE Media.

Estilo sertanejo está disparado na preferência do público

A pesquisa apontou 62,9 bilhões de impactos, sendo que, destes, 72% correspondem a músicas nacionais. O gênero sertanejo lidera com mais de 18 bilhões de impactos, 67% maior que o pop internacional, segundo colocado, e o gospel, impulsionado pela liderança local no Rio de Janeiro, ocupa o terceiro lugar superando gêneros como MPB, Pagode e Pop Rock.

VEJA TAMBÉM: Saiba o valor dos principais cachês sertanejos do Brasil

O estudo mostra que as músicas nacionais são as preferidas pelos ouvintes. A música Atrasadinha, de Felipe Araújo com participação de Ferrugem, foi a mais ouvida no período. A música internacional mais ouvida, Havanna de Camila Cabello, ficou na 28ª colocação geral, atrás dos gêneros nacionais: sertanejos, pop e pagode.

“Compreender o panorama de consumo de músicas e artistas permite que a indústria de mídia e entretenimento refine a oferta de conteúdos e em seus planejamentos de comunicação e de atuação dos mais diversos artistas”, salienta Eduardo Bonadio, diretor corporativo Brasil da Crowley.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.