Em meio à polêmicas, Sérgio Reis revelou bastidores surpreendentes da novela Pantanal

6

Sertanejo Sérgio Reis que está passando apuros após atacar ministros do STF já fez grande sucesso ao participar da novela Pantanal

O cantor e compositor Sérgio Reis, de 81 anos, teve surpresas negativas na manhã desta sexta-feira (20) após atacar a democracia e está proibido de se aproximar da praça dos Três Poderes, em Brasília, além de ter sido alvo de mandados de busca e apreensão da PF. Com canções que marcaram a música sertaneja tradicional, Reis chegou a participar da novela Pantanal e deu declarações surpreendentes dos bastidores.

Com a possibilidade de um remake da trama de sucesso dos anos 90, Sérgio Reis contou recentemente alguns detalhes exclusivos que eram desconhecidos pelo público. Por levar o nome do bioma, as gravações tiveram cenários naturais do próprio Pantanal e foi aí que surgiram histórias surpreendentes contadas pelo sertanejo.

Assuntos Relacionados 

“Não teve estúdio, nada. Muito pouca coisa em estúdio. Passamos um ano lá dentro (do Pantanal) com jacarés querendo pegar a Juma e eu meti o pé na cabeça dele, é a realidade, não brincadeira.”, revelou Sérgio Reis, que enfrenta depressão e ataque de diabetes devido à repercussão negativa de seu áudio vazado em que ele defende uma intervenção militar no país.

Na época, as revelações chamaram atenção e levando em conta os sustos das gravações passadas, a TV Globo planeja produzir um cenário gigantesco jamais feito pela emissora. Para reproduzir fielmente os detalhes do bioma, a cidade cinematográfica pode contar com aproximadamente 20 mil m².

Confira na íntegra as declarações de Sérgio Reis no canal do Movimento Country:

PF faz buscas em endereços de Sérgio Reis

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

A Polícia Federal cumpre nesta sexta-feira (20), 29 mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre Moraes. Um dos alvos principais da ação de hoje é o cantor e compositor de música sertaneja Sérgio Reis, que fez declarações enquadradas como ameaça à democracia, podendo o levar a prisão. Além dele, o deputado bolsonarista Otoni de Paula (PSC-RJ) também é alvo.

Atendendo ao pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), os mandados levaram os agentes a comparecerem no início da manhã a pelo menos quatro endereços ligados ao sertanejo, que já faturou uma bolada por protagonizar campanhas publicitárias da gestão de Ratinho Jr., no estado do Paraná. Além do DF, as buscas serão feitas ainda, nos estados de Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Ceará e Paraná.

Em nota, a PF informou: “O objetivo das medidas é apurar o eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, bem como contra os membros dos Poderes”.

Há poucos dias, a esposa de Sérgio Reis, Angela Bavini, desabafou em meios às polêmicas alegando que o cantor foi mal-interpretado e que ele está sofrendo com depressão e diabetes atacada diante das críticas. Com 81 anos, o sertanejo já chegou a dizer que pretende enveredar na política em 2022 e na última semana convocou, em áudio que foi vazado, uma paralisação dos caminhoneiros para que o Senado se sentisse pressionado para afastar ministros do STF.

“E se em 30 dias não tirarem aqueles caras, nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra, pronto! É isso que você quer saber, é assim que vai ser e pronto. E a coisa tá séria, vou planejas algumas coisas pra vocês aí”, disparou Sérgio Reis no suposto áudio.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais