Sérgio Reis ameaça Doria e Bruno Covas: “Meto a mão na cara de vocês”

0
126
Sérgio Reis ameaça Doria e Bruno Covas:
Sérgio Reis ameaça Doria e Bruno Covas: "Meto a mão na cara de vocês" (Foto: Reprodução Internet)

Em meio a aplausos, Sérgio Reis se rebela contra Doria e Bruno Covas, faz discurso agressivo e ameaça agredi-los durante live

O cantor sertanejo Sérgio Reis, que recentemente deu detalhes exclusivos da novela “Pantanal” para o Movimento Country e revelou que não queria gravar o sucesso “Pinga Ni Mim”, se envolveu em uma verdadeira polêmica nesta semana ao se revoltar contra Bruno Covas e João Doria, prefeito e governador de São Paulo, e ameaçar agredi-los.

A principal revolta de Sérgio Reis foi devido às medidas rigorosas de isolamento social que São Paulo tem adotado, que ocasionaram no fechamento de lojas e priorizaram a abertura apenas de serviço social. O sertanejo, irritado com os rumos do estado, fez uma live detonando os políticos:

“Está um inferno aqui em São Paulo. Brigando com o prefeito, brigando com o governador. O que vocês querem fazer com o nosso povo? Hein, Doria? Hein, Covas? O que vocês querem fazer com a gente? Será que eu preciso ir aí meter a mão na cara de um de vocês? E eu faço. Fujam de mim”, ameaçou Sérgio Reis.

Assuntos Relacionados

“Eu não estou aceitando mais ser amigo de vocês. Isso é verdadeiro, é ao vivo. O que vocês estão fazendo com nossos comerciantes, com as pessoas. Vocês estão matando o povo de fome. O que vocês querem? Que a China tome conta da gente? Ou querem apanhar na cara? Porque vocês merecem Me processa, fala que eu estou errado. Vocês vão ver o que vai virar a frente da casa de vocês, se vocês acham que o povo não está comigo. Pensa bem nisso. Eu não me manifestei até hoje, estou quieto lá para não pegar essa Covid. Mas o povo está morrendo de fome. Vocês são muito culpados“, detonou.

Cantor sertanejo não queria gravar o sucesso “Pinga Ni Mim”

Sérgio Reis dá detalhes exclusivos da novela Pantanal e choca com revelação: "Lutava com jacarés"
 (Foto: Internet)

Em uma conversa, gravada durante o programa “Tamu Junto e Tudo em Dobro“, Sérgio Reis abriu o jogo e revelou que não queria gravar a música “Pinga Ni Mim” porque, segundo ele, era muito ruim. O sertanejo ainda contou detalhes de envolvimento com Teodoro e Sampaio na canção:

“Quem gravou primeiro foi Teodoro e Sampaio, mas gravaram ela em outro ritmo. Eu tinha uma raiva dessa música, porque eu tinha programa com o Luiz Vieira. Ele levava os artistas do Nordeste e eu levei o Teodoro e Sampaio pra cantar essa música lá, mas a música não acabava porque era muito lenta”, começou.

“O diretor então ficava no nosso ouvido ‘Para essa merd* dessa música que não acaba nunca’ (risos), aí eu fiquei com essa música na cabeça porque ela era muito devagar e não tinha vida. Logo me veio o Tony Campello pedindo pra eu gravar ela (…), mas eu queria um negócio vivo, aí ele bolou um arranjo legal e virou um hit nacional”, terminou Sérgio Reis.

Confira o trecho completo: