Rodolffo se explica sobre suposto vazamento de nude: ‘Tava meia bomba’

Bem-humorado, o cantor sertanejo Rodolffo brincou com foto íntima vazada e divertiu seus seguidores na web

Rodolffo, ex-participante do BBB 21, causou alvoroço na web em 2020 ao postar uma foto com uma sunga branca. Na ocasião, também vazou um nude do cantor sertanejo, e muitos comentaram sobre ele ter ‘pipizin’. Agora, anos depois, o assunto voltou à tona e Rodolffo explicou o que aconteceu.

Segundo o próprio cantor, houve um mal-entendido em relação ao nude, que ele enviou para motivar a moça a enviar um também, mas ela acabou espalhando. Porém, a explicação de Rodolffo não foi o suficiente para evitar a polêmica.

Recentemente, o cantor compartilhou uma foto usando uma sunga branca, exibindo seu corpo malhado e conquistando elogios dos seguidores. No entanto, também recebeu críticas por um comentário sobre seu bronzeado. Enquanto filmava alguns vídeos para o Instagram, Rodolffo fez um comentário sobre estar “negão“, o que foi considerado racista por parte do público.

Vale lembrar que, durante sua participação no BBB 21, Rodolffo causou polêmica ao fazer um comentário racista sobre o cabelo de João Luiz. O caso foi repercutido pelo apresentador Tiago Leifert, que repudiou o comportamento do sertanejo.

Embora tenha se desculpado pelo ocorrido, Rodolffo continua recebendo críticas e sendo alvo de polêmicas nas redes sociais.

Dupla sertaneja Israel e Rodolffo é condenada provisoriamente em processo trabalhista aberto por ex-funcionário

A dupla sertaneja Israel e Rodolffo, conhecida pela participação de Rodolffo no Big Brother Brasil 2021 e pelo hit “Batom de Cereja”, está sendo acusada em um processo judicial aberto por um ex-funcionário da equipe técnica dos cantores. De acordo com a acusação, os cantores exigiram trabalho sem descanso e mentiram no registro da carteira de trabalho referente ao tempo em que o ex-funcionário trabalhou como assistente de camarim.

Embora a indenização tenha sido concedida em 1º de janeiro, o Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região de Goiânia divulgou na segunda-feira (23) que a dupla sertaneja está provisoriamente condenada no processo. A juíza responsável pelo caso, Girlene de Castro Araújo Almeida, concedeu uma determinação que obriga Israel e Rodolffo a pagarem uma indenização de R$ 50 mil reais, além de outras verbas trabalhistas, como férias, 13º salário e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), e reconhecerem a correção do tempo trabalhado na carteira do ex-funcionário.

O processo aberto contra a dupla sertaneja traz à tona a importância de respeitar as leis trabalhistas e a necessidade de garantir que todos os funcionários sejam registrados corretamente. Israel e Rodolffo ainda podem recorrer da decisão, mas a condenação provisória serve como um alerta para que empresas e artistas sigam as normas trabalhistas e evitem processos judiciais que possam prejudicar sua reputação e finanças.