Público boicota Eduardo Costa após polêmica com Bolsonaro e audiência de live sertaneja fracassa

A audiência da live sertaneja do cantor Eduardo Costa não conseguiu bons números e música criticando o governo pode ser a responsável

Eduardo Costa realiza, nesta sexta-feira (14), uma live sertaneja após se envolver em polêmicas com o lançamento da música “Cuidado”, que renderam ao sertanejo ameaças e o obrigaram até a contratar seguranças para vigiar sua mansão após vândalos soltarem foguetes perto do local.

No show voz e violão e sem nenhuma propaganda ou uso de bebidas alcoólicas, o cantor sertanejo encantou os fãs com a simplicidade de sua live sertaneja, que teve apenas composições próprias. Nas redes sociais, os fãs elogiaram a qualidade da live do cantor sertanejo e seus vocais perfeitos, além da tranquilidade do show.

Assuntos Relacionados

Apesar dos elogios que inundaram a internet, a live sertaneja de Eduardo Costa não atingiu bons números de audiência e teve pico de cerca de 67 mil telespectadores simultâneos, a menor de todas até agora.

As polêmicas de sua nova música com Bolsonaro podem ter afastado muitos fãs do sertanejo, que apoiou publicamente o presidente nas eleições de 2018 e conquistou muitos apoiadores de Jair Bolsonaro. Com as críticas em “Cuidado” ao governo, que renderam ameaças ao cantor, muitos admiradores deixaram de acompanhar seu trabalho.

Sertanejo planeja vender fazenda e sair do Brasil

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Eduardo Costa pode tomar uma atitude radical e se mudar do Brasil. Isso porque, após o lançamento da música “Cuidado” sua vida teve uma grande reviravolta  e embora esteja sendo um single de sucesso para a carreira da músico, Eduardo vem enfrentando sérias consequências pelas críticas sociais presentes na letra da canção.

Tendo um forte viés político, “Cuidado” foi lançada nas plataformas digitais como “um manifesto, um apelo pela conscientização do nosso povo. Essa é uma música para nos fazer lembrar que temos que pensar muito antes de tomar uma decisão”. No cenário em que vivemos do descontrole da pandemia, a canção foi interpretada como uma mensagem indireta de desaprovação do governo atual, ou seja, do Presidente Bolsonaro.

Com milhões de visualizações e muito repercutida, a música deveria ser apenas motivo de comemoração de Eduardo Costa por ter dado voz à uma pauta coletiva. No entanto, o cantor está seriamente preocupado com a própria integridade física e com sua família depois de ter recebido sérias ameaças.

Sendo assim, o Portal Compre Rural informou que Eduardo estaria tentando vender sua propriedade rural, um Haras no interior de Minas Gerais, para que possa sair do Brasil. Além disso, ele tem uma criação milionária de cavalos da raça mangalarga marchador.

Uma fonte próxima de Eduardo se manifestou sobre a possibilidade: “Estamos assustados com o grande sucesso que a música ganhou no país, porém é difícil quando a sociedade não respeita as opiniões e começam a fazer ameaças. Eduardo é um grande homem e tem uma carreira fantástica, por isso não deveria vender”, afirmou.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais