EXCLUSIVO! Produtor detalha últimos dias de Leandro: “Muito magro, com a pele esquisita”

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Os especialistas Reinaldo Barriga e Enio Silvério detalharam suas vivências ao lado de Leandro antes de sua morte e a gravação de seu último disco

O cantor sertanejo Leandro, da dupla Leandro e Leonardo, falecia há exatos 23 anos vítima de um câncer raro no pulmão que se alastrou e tirou sua vida apenas dois meses da sua descoberta. O sertanejo deixou quatro filhos e inúmeros sucessos ao lado do irmão, e hoje eterniza no coração dos amantes da música sertaneja.

+ Crônica: Não Aprendi Dizer Adeus: O trágico dia em que perdemos Leandro

Os especialistas em música e apresentadores do podcast EnterHits Enio Silvério e Reinaldo Barriga prestam suas homenagens à Leandro no episódio mais recente disponibilizado nas plataformas digitais. Em suas palavras, celebram a vida e vitória do sertanejo como artista e pessoa e relembram das canções de Leandro e Leonardo que tiveram colaboração de Reinaldo Barriga, além de seus últimos dias em estúdio:

“No estúdio, o Leandro era uma pessoa muito gentil e eu ficava até envergonhado porque ele me considerava tanto como grande amigo e músico deles, e a gente viveu grandes emoções (…) Um pouquinho antes (de sua morte) eu tinha acabado de gravar o 11° disco deles e notava ele com uma pele esquisita, já magro, sem perder aquele ar, porque ele era uma pessoa muito bonita, se vestia muito bem, sempre de terno. Eu via ele muito debilitado nesses últimos dias de gravação”, conta Reinaldo.

Reinaldo Barriga é ainda o responsável por um dos maiores hits da dupla, “Festa de Rodeio“: “Eram muito divertidas as gravações com eles. Eu como arranjador trabalhei com a música ‘Cerveja’ e um muito especial na música ‘Rumo à Goiânia’, que foi sucesso no Brasil todo”, conta.

Assuntos Relacionados

Enio relembra um show muito especial de Leonardo após a morte do irmão, no qual Leandro apareceu em uma projeção no telão pedindo para o irmão continuar e emocionou todos presentes. A dupla de apresentadores aposta que Leandro e Leonardo estariam hoje a nível de Chitãozinho e Xororó e se arriscam até a dizer que o “Cabaré” não existisse, já que Leandro não gostava de beber.

Assista ao podcast logo abaixou ou clique aqui para ouvir o conteúdo na íntegra no Spotify.

Sobre Enio Silvério: Radialista e comunicador desde os 17 anos. Dirigiu as maiores emissoras de rádio do Brasil, como a Transamérica, em Curitiba, Rádio 100 (CE), Rádio Cidade (RJ), Rádio Cidade (BA) a Rádio Cidade (SP) e Tupi FM (SP) que se tornaram líderes absolutas de audiência sob sua direção. Foi o responsável direto para o sucesso em todo o país dos segmentos Axé Music e Sertanejo Universitário.

Sobre Reinaldo Barriga: Um dos maiores compositores, músicos e produtores musicais do Brasil. Já assinou trabalhos de grandes artistas como Capital Inicial, Engenheiros do Hawaii, Lulu Santos, Nenhum de Nós, Camisa de Vênus, Chrystian e Ralf e recebeu dois Grammys Latino pela sua produção dos álbuns “Vida Marvada” e “Grandes Clássicos Sertanejos acústico II” da dupla Chitãozinho e Xororó.

Veja como estão os filhos do cantor hoje

(Foto: Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Leandro deixou quatro filhos, frutos de três relacionamentos diferentes. De seu casamento com a viúva Andréa Mota, o cantor deixou Lyandra Costa, que é dermatologista e tem 25 anos, e o caçula Leandrinho, de 23, que estuda Engenharia Civil. Já no primeiro casamento do cantor com Célia Gonçalves, Leandro foi pai de Thiago Costa, de 36 anos, sendo o mais velho dos irmãos.

Além disso, de um envolvimento com a empregada de sua família, Sebastiana, no início dos anos 1990, o músico foi pai de Leandro Borges, de 29 anos, que não chegou a conhecer o cantor. Na verdade, ele só descobriu há cerca de 13 anos de quem era filho já que a mãe pediu demissão e escondeu a gravidez durante anos por medo da reação da família. A partilha dos bens foi refeita entre todos os filhos quando a paternidade foi confirmada.

Todos os quatros filhos afirmaram ter muito orgulho do pai em entrevista ao G1. Além disso, contaram sobre como continuam com o legado do cantor e agradecem muito o carinho que ainda recebem. “É muita responsabilidade levar o legado dele, tenho muito orgulho. Nos 13 anos que passamos juntos, ele me passou valores que vou levar para o resto da minha vida”, afirmou Thiago Costa.

Veja como os filhos de Leandro estão 23 anos após sua morte:

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais