Início Notícias Sertanejas Ex-BBB Rodrigão é condenado a pagar indenização de R$ 400 mil por...

Ex-BBB Rodrigão é condenado a pagar indenização de R$ 400 mil por quebra de contrato em projeto sertanejo

0
17
Ex-BBB Rodrigão é condenado a indenizar empresa e ex parceiro (Foto: Reprodução/Instagram)
Ex-BBB Rodrigão é condenado a indenizar empresa e ex parceiro (Foto: Reprodução/Instagram)

O Movimento Country teve acesso exclusivo à decisão da Justiça quanto ao rompimento de contrato do ex-BBB Rodrigão no projeto sertanejo “Os Marvados

O ex-BBB Rodrigão, que participou da 11ª edição do reality show, vem há anos travando uma batalha judicial contra o cantor Bruno Araújo e a empresa WFA Eventos, responsáveis por criar o projeto “Os Marvados” em 2016. Melhores amigos na época, Rodrigão e Bruno deram início ao projeto e contrataram a WFA para o gerenciamento do mesmo, que tinha contrato fechado para 3 anos e também contou com o cantor João Gabriel para completar o trio.

Apesar de ser um trio muito reconhecido pela beleza dos membros, “Os Marvados” nunca chegaram de fato a fazer um sucesso considerável no Brasil. O primeiro a ‘abandonar o barco’ ainda em outubro de 2016 foi o cantor João Gabriel, que se dedicou à carreira solo na Som Livre. Ele logo foi substituído por Marlon, da dupla Marlon e Maicon, e desde então o projeto começou a desandar.

No dia 9 de janeiro de 2017, o ex-BBB Rodrigão pegou os integrantes e a empresa que cuidava do projeto de surpresa ao anunciar sua saída dos “Marvados” por meio de uma carta, mesmo com o contrato em andamento. Os motivos seriam as reclamações da também ex-BBB Adriana Sant’Anna, esposa do cantor, que passou a acusar os membros da dupla de se envolverem com outras mulheres enquanto faziam suas viagens para os shows, o que estaria prejudicando seu casamento.

No dia 17 de janeiro daquele ano, Rodrigão anunciou nas redes sociais a sua saída do projeto, alegando que os motivos seriam “problemas de ordem contratual, bem como de conduta não adequada de alguns envolvidos que atingiam diretamente a integridade do seu casamento e família”. Com a saída repentina, o grupo perdeu vários contratos de shows, que não quiseram levar sem a presença do ex-BBB, já que ele era a imagem principal do grupo.

Nos eventos já agendados dos “Marvados” constava uma apresentação para abrir um show de Marília Mendonça em Santos (SP), que caiu devido ao desinteresse dos contratantes. A saída do sertanejo acarretou em diversos prejuízos financeiros para os ex parceiros e a empresa WFA.

Na época, Rodrigão disse que não havia contrato de apresentações: “Não tinha contrato algum de show fechado. Eu pedi os contratos e disse que iria cumprir todos os shows fechados, dei prazo. Não me deram nem satisfação muito menos contratos nem comprovantes de pagamentos. Ou seja, se estava fechado, por que não me enviaram no prazo determinado? É um ponto pra avaliarmos”.

Após a confusão, o cantor Bruno Araújo e a empresa WFA Eventos resolveram entrar com um processo judicial contra o ex-BBB Rodrigão e sua esposa Adriana Sant’Anna e pediram a quantia de R$ 1,9 milhão em indenização. Enquanto a multa do cantor foi por quebra de contrato, a da sua esposa foi por danos morais, por fazer publicações os ofendendo nas redes sociais.

Após anos de batalha judicial, a decisão da Justiça foi divulgada no último mês de março. O Movimento Country teve acesso exclusivo ao documento da sentença e dá mais detalhes sobre a condenação de Rodrigão e Adriana Sant’Anna logo abaixo.

Leia Também:

Saiba detalhes sobre a indenização que Rodrigão terá que pagar

(Foto: Reprodução/Instagram Oficial)
(Foto: Reprodução/Instagram Oficial)

No documento da decisão judicial sobre o processo, que o Movimento Country teve acesso exclusivo, ficou decidido que o ex-BBB Rodrigão e sua esposa Adriana Sant’Anna foram condenados a indenizar o cantor Bruno Araújo e a empresa WFA Eventos por quebra de contrato e danos morais.

Rodrigão terá que pagar à empresa WFA Eventos a quantia de R$ 400 mil + juros por multa rescisória, mais R$ 5 mil à empresa por danos morais, e ao cantor Bruno Araújo a quantia de R$ 10 mil também por danos morais.

Adriana Sant’Anna foi condenada a pagar o montante de R$ 30 mil de indenização por danos morais ao cantor Bruno Araújo, e à empresa WFA a quantia de R$ 15 mil, também por danos morais.

Juntas, as multas de Rodrigão e Adriana chegam ao montante de R$ 460 mil. O casal de ex-BBB’s ainda não comunicou sobre a sentença em suas redes sociais.

 

 

Relembre as formações do grupo “Os Marvados”

A formação original do projeto “Os Marvados” contava com Rodrigão, Bruno Araújo e João Gabriel, mas não foi muito longe, já que João Gabriel saiu do projeto para se dedicar à sua carreira solo em um contrato com a Som Livre. Naquela época, o Movimento Country adiantou que o contrato com a gravadora já era esperado desde o início do projeto.

A primeira formação de "Os Marcado"(Foto: Divulgação)
A primeira formação de “Os Marcado”(Foto: Divulgação)

Com a saída de João Gabriel, quem assumiu seu posto foi o cantor Marlon, dupla de Maicon, que recentemente se envolveu em grandes polêmicas devido ao fim do seu casamento. Ele ficou no lugar do cantor sertanejo e deu a nova identidade do projeto, até que foi surpreendido pela atitude de Rodrigão junto dos seus parceiros.

Os Marcado em sua segunda formação com o cantor Marlon (Foto: Divulgação)
Os Marcado em sua segunda formação com o cantor Marlon (Foto: Divulgação)

A saída de Rodrigão não impediu o projeto “Os Marvados” de continuar. O ex-BBB foi substituído pelo cantor Leo Rodriguez, que deu andamento ao projeto até agosto de 2017, quando lançaram a sua última música de trabalho intitulada “Amante Não Combina”.

A terceira formação de Os Marcado contou com Leo Rodriguez (Foto: Divulgação)
A terceira formação de Os Marcado contou com Leo Rodriguez (Foto: Divulgação)

Veja o último vídeo do grupo no YouTube, que conta com pouco mais de 1 milhão e 200 mil reproduções no YouTube: