Renato Teixeira é atração confirmada na cidade de Contagem, em Minas Gerais

30

Um dos cantores sertanejos mais respeitados do país, Renato Teixeira é presença garantida no Carretão Trevo Contagem para um show especial

A música sertaneja tem em sua história nomes marcantes e o cantor e compositor Renato Teixeira, considerado um dos maiores violeiros do país, faz parte desse grupo. Pai de Isabel Teixeira, a Maria bruaca de “Pantanal, o astro tem uma carreira selada por grandes sucessos e desembarca no dia 17 de setembro, sábado, às 21h, no Carretão Trevo Contagem (Av. Colúmbia, 960 – Novo Riacho, Contagem – MG). Ele promete uma apresentação emocionante com as canções que marcaram a sua carreira.

Com uma discografia composta por mais de 20 álbuns, sendo um premiado com o Grammy Latino, no ano de 2016, Renato Teixeira, também agraciado com outras importantes premiações, como, o Prêmio da Música Brasileira e o Prêmio Sharp, vai relembrar canções que balançaram o coração dos seus fãs. No show em Contagem, o artista vai trazer sucessos conhecidos pelos fãs, como, Romaria, Amizade Sincera, Tocando em Frente, Peguei a Viola, Frete, Recado, Cavalo Bravo, Amora, Olhos Profundos, Juro e outros hits, farão parte do repertório.

O Carretão Trevo Contagem disponibilizou quatro setores de mesas all inclusive para o público curtir o show: Diamante, Ouro, Prata e Bronze e os ingressos para a apresentação estão disponíveis online. Confira os detalhes do show:

Serviço

Renato Teixeira no Carretão Trevo Contagem

Local: Carretão Trevo (Av. Colúmbia, 960 – Novo Riacho, Contagem)

Data: 17 de setembro (sábado)

Horário: A partir das 21h

Mesas:

Diamante 4 lugares: R$ 1.200,00

Diamante 6 lugares: R$ 1.800,00

Ouro 4 lugares: R$ 1.000,00

Ouro 6 lugares: R$ 1.500,00

Prata 4 lugares: R$ 800,00

Prata 6 lugares: R$ 1.200,00

Bronze 4 lugares: R$ 700,00

Vendas no local e no site – clique aqui.

Sobre o cantor sertanejo

Renato Teixeira passou sua infância em Ubatuba, época em que a música, a poesia e a literatura já faziam parte da vida familiar. Com 14 anos mudou-se pra Taubaté e no início dos anos de 1960, trabalhou como radialista na Rádio Difusora de Taubaté, entrando em contato com a música sertaneja.

Em 1967 mudou-se para São Paulo onde teve a canção Dadá Maria no Festival da Record. O auge chegou com a música Romaria, gravada por Elis Regina. Posteriormente fez parcerias com grandes nomes, como, Almir Sater e Pena Branca e Xavantinho. No ano de 2016 ganhou o Grammy Latino e hoje é um dos destaques da música brasileira.