Paula Fernandes: A verdade sobre uma das carreiras mais injustiçadas da música sertaneja

0
31
Te contamos todas nossas experiências com Paula Fernandes (Foto: Aleson Padilha)
Te contamos todas nossas experiências com Paula Fernandes (Foto: Aleson Padilha)

Paula Fernandes é antipática? Pede cama de casal em seu camarim ou tem alguma exigência maluca? Sente-se e ouça a verdade sobre a cantora sertaneja nos bastidores da indústria musical

Na última semana, me deparei com uma notícia no mínimo esdrúxula sobre Paula Fernandes. Como todos já devem saber, chegou na internet a informação de que a cantora sertaneja costumava fazer alguns pedidos inusitados em seu camarim, mais especificamente uma cama de casal, ainda em cidades do interior que sequer têm tais estruturas para comportar isso.

A informação, seguida de que ela teria, de certa forma, acabado com a própria carreira ao lidar com diversas polêmicas e estaria sendo mal vista há anos por executivos da música sertaneja, que sequer gostavam de contratar seus shows e ‘torciam seu nariz’ sempre que tocavam seu nome, me prenderam a atenção por um instante. E me fizeram refletir sobre o quanto sua jornada foi injusta.

Ao longo dos meus 20 e poucos anos, cresci ouvindo Paula Fernandes no auge da sua carreira, com “Pássaro de Fogo” estourando pelo Brasil, inclusive no Orkut, principal rede social da época. Da mesma forma, desde que me lembro, o nome da cantora sertaneja é envolvido em vários escândalos, principalmente no que diz respeito à sua antipatia com fãs e nos bastidores da música sertaneja.

Essa história foi tão bem construída que passamos a desassociar Paula Fernandes de um ícone do sertanejo desta geração, que abriu as portas para a reinserção das mulheres no gênero – depois chamado de ‘feminejo’ – para passarmos a tratá-la apenas como a cantora antipática. E as pessoas continuaram repetindo e repetindo essa informação, mesmo a maioria nunca tendo a conhecido.

Cresci, me graduei, e tive a oportunidade de ter um contato com a Paula – por vezes me permito chamá-la sem o sobrenome. No dia 15 de abril de 2021, fui convocado para uma coletiva de imprensa online com a cantora sertaneja para falar sobre o single “Promessinha“, lançamento da época.

Em uma sala com mais de 40 jornalistas, sua assessoria e a presença ilustre da cantora, eu queria impressionar. Esse desejo não era para apenas passar uma certa credibilidade frente aos meus colegas de profissão, mas porque eu não sabia o que encontraria ali, se era a tal Paula Fernandes antipática que eu conheci pela boca dos outros ou alguém melhor, mas eu queria fazer uma boa passagem mostrando que eu de fato conhecia sua carreira.

Por fim, tive uma experiência e tanto que tirou todo e qualquer pré-conceito que eu já tive e ouvi sobre a personalidade da cantora ao longo de todos os anos. Diferentemente de outras coletivas que já participei, ela fez questão de atender todos os jornalistas presentes em quase 2 horas de conversa, enquanto estava sentada no chão da área da sua fazenda com apenas um violão do lado e respondia com entusiasmo toda e qualquer pergunta dos presentes. E ela fez questão de elogiar meu questionamento, dizendo ser uma boa pergunta.

Pois bem, até aqui eu lhes contei minha experiência pessoal com a Paula, mesmo que por poucas horas de um dia específico. A partir daí, eu passei a me perguntar uma coisa: será que são justos esses julgamentos com a cantora? Quantas histórias já saíram em seu nome que são fake news absurdas e ela sequer rebateu? Paula Fernandes é realmente antipática ou tudo isso que sempre disseram não passa de mera invenção?

E eu fui procurar respostas. Conversando com pessoas da nossa equipe, descobri que já visitamos seu camarim 9 vezes, e por incrível que pareça, em nenhuma delas foi visto uma cama de casal ou qualquer que seja a exigência maluca que inventam por aí. Pelo contrário: sempre foi um ambiente agradável e simples. Para se ter uma ideia do quão simples ela é, no seu último show em Curitiba, no seu camarim – visitado pelo nosso CEO – constava apenas ovos cozidos, possivelmente por causa da sua dieta. E a cama de casal? Simplesmente não existe.

Já estivemos em vários shows seus, acompanhamos o lançamento do seu livro, fizemos entrevistas pessoais… e Paula Fernandes nunca nos passou um sinal sequer de antipatia. Sempre muito sorridente, simpática e simples, vimos ela tratar pessoas da nossa equipe, fãs e outros jornalistas com o maior respeito do mundo. Mas por que a cantora continua sendo alvo fácil de críticas e histórias absurdas?

Já vi a Paula dizer em diversas entrevistas que seu profissionalismo acabou confundindo as pessoas, uma vez que ela nunca foi de dar festinhas e bebedeiras em seus camarins, situação muito recorrente em grande parte dos cantores sertanejos. Da mesma forma, sua história de sucesso sempre foi associada a homens como produtores, empresários e até o rei Roberto Carlos. Mas por que não aceitar que ela foi uma das grandes responsáveis inclusive para o surgimento de nomes como Marília Mendonça e Maiara e Maraisa?

Após anos de questionamentos, Paula Fernandes finalmente veio à público falar como se sente acerca de tudo que a envolveu nos últimos tempos. Abatida e com palavras certeiras, ela usou pouco mais de 2 minutos de um vídeo em seu Instagram para pedir respeito, sobretudo com as mulheres e pela sua jornada pessoal. Quem se permite ver a cantora crua certamente se emocionou e admirou suas palavras.

Não estou aqui para julgar e refutar qualquer opinião sobre a pessoa e carreira de Paula Fernandes. Esta é apenas um compilado de histórias e questionamentos sobre a sua carreira, sobre o modo com que ela é um alvo fácil para as páginas, e sobre nossa jornada pessoal ao seu lado quando cruzamos nos bastidores do show business – que não foram poucas vezes.

Paula Fernandes não é essa pessoa antipática que pintam por aí, tampouco tem exigências malucas, é careca, dormiu com todo mundo para chegar no auge da carreira ou alguma outra fake news famosa inventada em seu nome.

E a cama de casal? A cama simplesmente não existe.