Relembre as músicas que fizeram parte da trilha sonora de Pantanal em 1990

98

Novela Pantanal, estrelada no ano de em 1990, fez sucesso com a trilha sonora que trazia Almir Sater, Sérgio Reis, Renato Teixeira e mais

O remake da novela Pantanal estreia nesta segunda-feira, 28 de março, mas a versão original ainda vive na memória dos fãs. Transmitida no ano de 1990 pela extinta TV Manchete, “Pantanal” fez o maior sucesso por contar a história de Juma Marruá, uma jovem pantaneira que se apaixona por Jove, um jovem da cidade, e eles precisam se superar para ficar juntos, principalmente por suas diferenças culturais.

Os encantos de Pantanal foram um dos principais motivos para o sucesso da novela na década de 90, juntamente da história fantasiosa de que Juma virava onça, a aparição do Velho do Rio e outros mitos que rondavam a trama. Isso também acabou sendo palco para muita polêmica, com cenas emblemáticas, inspiradas no folclore brasileiro, que marcaram gerações e poderão estar presentes no remake da Globo.

Um dos principais motivos do sucesso de Pantanal foi a trilha sonora da novela escolhida a dedos pela alta cúpula da TV Manchete naquela época. Dividida em dois volumes, a trilha sonora de Pantanal trouxe grandes artistas sertanejos para a trama, incluindo Sérgio Reis, que também atuou e revelou ter lutado com onças no Pantanal diversas vezes.

Entre os nomes que compuseram a trilha sonora de Pantanal destacaram-se Renato Teixeira, Marcus Viana, Caetano Veloso e Almir Sater, que canta o tema de abertura do remake ao lado de Maria Bethânia. Confira a seguir a trilha sonora da primeira versão de “Pantanal”:

Pantanal – vol. 1

  1. “No Mundo dos Sonhos” – Robertinho do Recife (tema de Jove)
  2. “Quem Saberia Perder” – Ivan Lins (tema de José Leôncio)
  3. “Apaixonada” – Simone (tema de Irma)
  4. “Divinamente Nua a Lua” – Orlando Moraes (tema de Guta)
  5. “Amor Selvagem” – Marcus Viana (tema de Juma e Jove)
  6. “Estrela Natureza” – Sá & Guarabira (tema de Maria Marruá, depois tema de Juma)
  7. “Pantanal” – Sagrado Coração da Terra (tema de abertura e tema geral)
  8. “Memória da Pele” – João Bosco (tema de Madeleine)
  9. “Castigo” – Léo Gandelman (tema de Gustavo)
  10. “Um Violeiro Toca” – Almir Sater (tema de Tibério)
  11. “Triste Berrante” – Solange Maria e Adauto Santos (tema de Filó)
  12. “Comitiva Esperança” – Sérgio Reis (tema de locação: comitiva dos peões de José Leôncio)

Pantanal – vol. 2

  1. “Tocando em Frente” – Maria Bethânia
  2. “Meu Coração” – João Caetano (tema de José Lucas de Nada)
  3. “Cantar” – Sílvia Patrícia e Caetano Veloso
  4. “Reino das Águas” – Marcus Viana
  5. “Chalana” – Almir Sater (tema de locação)
  6. “Pantanal” – Sagrado Coração da Terra (tema de abertura e tema geral)
  7. “Saudade” – Renato Teixeira
  8. “A Glória das Manhãs” – Sagrado Coração da Terra (tema de locação: Ninhal)
  9. “Garça Branca” – Cláudio Nucci (tema de Maria Bruaca)
  10. “Paz” – Sagrado Coração da Terra (tema de Irma)
  11. “Peão Boiadeiro” – Sérgio Reis
  12. “Espírito da Terra” – Marcus Viana
  13. “Noite” – Marcus Viana

Sérgio Reis relembra convite para participar da novela

Sérgio Reis, falou ao Movimento Country sobre os bastidores da novela dos anos 90 em que ele interpretou o personagem Tibério e contracenou em grande parte com Almir Sater. A dupla foi muito beneficiada pela participação e fechou uma parceria que agradou os fãs do sertanejo raiz na vida real. Com a trama voltando às telinhas com o roteiro feito pelo neto do autor original, Benedito Ruy Barbosa, Bruno Luperi, comentários de Sérgio Reis afirmando já ter lutado com jacarés e surpreendeu:

“Não teve estúdio, nada. Muito pouca coisa em estúdio. Passamos um ano lá dentro (do Pantanal) com jacarés querendo pegar a Juma e eu meti o pé na cabeça dele, é a realidade, não brincadeira.”, contou o músico sertanejo, que luta contra um câncer.

Segundo ele, todas as cenas foram gravadas em regiões do bioma, diferentemente dos planos atuais da TV Globo, que construiu um estúdio cinematográfico jamais visto para reproduzir detalhes do Pantanal. A emissora já registrou nome de personagens como a de Juma Marruá e a direção selecionou um elenco de dar inveja mas, agora há outras questões que estão sendo barreiras para exibição da novela.

Isso porque, os diretores não querem reproduzir um cenário que vem sendo devastado recentemente devido ao desmatamento e queimadas da região. Sendo assim, o remake de sucesso que procurava por sertanejos que pudessem substituir os papéis de Sérgio Reis e Almir Sater poderá demorar um pouco mais do que o previsto.

Confira o trecho da entrevista com a declaração de Sérgio Reis: