Orquestra Sinfônica fará homenagem para Marília Mendonça no dia em que sua morte completa 1 ano

0
26
Orquestra Sinfônica de SC fará homenagem para Marília Mendonça (Foto: Divulgação)
Orquestra Sinfônica de SC fará homenagem para Marília Mendonça (Foto: Divulgação)

O dia 05 de novembro será uma data de comoção nacional, já que a Orquestra Sinfônica de Santa Catarina prepara uma homenagem para Marília Mendonça

No próximo dia 05 de novembro completa-se 1 ano da morte trágica de Marília Mendonça, que ainda emociona muita gente ao redor do Brasil e do mundo. A cantora sertaneja ainda continua quebrando recordes nas plataformas de streaming e recebendo homenagens da família e amigos, principalmente Maiara e Maraisa.

E mais uma das homenagens já está agendada para o dia 05 de novembro. A Orquestra Sinfônica de Santa Catarina (Ossca) vai apresentar um espetáculo especial com os maiores sucessos de Marília Mendonça, que serão interpretados pela cantora Melizza Andrade. O show acontece em Florianópolis, capital do estado.

Com ingressos à venda, a apresentação acontece no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), com início às 19h. Ao site NSC Total, a cantora Melizza celebrou a oportunidade de homenagear a eterna rainha da sofrência com sua voz:

“Estou imensamente feliz e honrada de poder participar dessa homenagem. Marília é pra mim um grande ícone, sou superfã por tudo o que ela representa, um nome muito forte dentro do feminejo e, mais do que ninguém, foi a mulher que falou para as mulheres que a gente podia tocar nesse meio tão heteronormativo que é o sertanejo. Marília não é só voz, letra e música, é um movimento inteiro”, resume Melizza.

Leia também:

Saiba quem vai interpretar Marília Mendonça nos cinemas

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Pode não parecer, mas as vidas de Marília Mendonça e Isabel Teixeira, a Maria Bruaca de “Pantanal”, se conectam em vários momentos e sentidos. Sendo ambas artistas feministas que lutam por seus direitos, a história de Marília e Isabel pode voltar a se encontrar nas telas do cinema em um filme sobre a vida da rainha da sofrência. Para quem não sabe, a cantora sertaneja embala a música tema de Bruaca na trilha sonora de Pantanal.

Segundo apurado exclusivamente pelo Movimento Country, que vai de acordo com as informações divulgadas pela coluna Splash do UOL, duas produtoras já demostraram interesse em contar a história de vida fabulosa de Marília Mendonça nos cinemas. Não se sabe a que pé andam essas negociações, mas uma possível protagonista pode ter sido revelada nas entrelinhas.

Essa protagonista seria ninguém menos que Isabel Teixeira, tida pelos internautas como a rainha de “Pantanal”, por causa de suas atuações impecáveis que tem chamado a atenção do Brasil na faixa das 9 da Globo. E qual seria o motivo para tais especulações e burburinhos nos bastidores? Alguns stories que a atriz publicou em seu perfil do Instagram, que está crescendo a cada dia com a popularização na novela.

Em suas redes sociais, recentemente Isabel Teixeira deu algumas pistas que poderia vir a interpretar Marília Mendonça nos cinemas, já que disse em seus stories que estaria estudando a discografia da eterna rainha da sofrência e ouvindo suas músicas para ficar habituada. Além disso, o Movimento Country recebeu a informação de que ela já teria até assistido alguns shows da dupla Maiara e Maraisa, melhores amigas de Marília.

Se tais boatos forem realmente concretizados, teremos a melhor pessoa possível para interpretar Marília Mendonça. Apesar da diferença de idade, que pode ser resolvida com a devida caracterização, as duas se assemelham muito em estrutura corporal, aparência física, jeito de se expressar e outros aspectos, sem falar no carisma ‘de milhões’ que as duas artistas esbanjam.

A artista é considerada uma das maiores do teatro no Brasil e agora finalmente está tendo seu reconhecimento nas telinhas, o que tem lhe rendido uma legião de fãs. Isabel Teixeira é filha do ícone Renato Teixeira, construiu toda sua fama nos teatros pelo Brasil, tendo protagonizado alguns filmes, como “Íris”, e as novelas “Desalma” e “Amor de Mãe”.