Início Notícias Sertanejas Leonardo pode criar festival sertanejo concorrente de Gusttavo Lima em 2023

Leonardo pode criar festival sertanejo concorrente de Gusttavo Lima em 2023

0
52
Leonardo pode transformar
Leonardo pode transformar "Cabaré" em um festival sertanejo (Foto: Reprodução/Instagram)

Leonardo tem deixado os próximos passos de sua carreira em segredo, mas grandes projetos podem estar por vir em nome do cantor sertanejo

Leonardo fez sua história na música sertaneja com muita irreverência e repertório de qualidade, especialmente na época em que fazia dupla com seu irmão Leandro. Entre meados dos anos 2000 até parte da década de 2010, muita gente acreditava que sua carreira estava estagnada e destinada ao fracasso, até que ele surgiu com o “Cabaré” ao lado de Eduardo Costa, e recolocou seu nome entre os sertanejos mais populares.

O projeto elevou sua carreira a outro patamar e passou anos figurando na lista dos maiores cachês sertanejos, até que chegou a pandemia e Eduardo Costa e Leonardo tiveram que fazer uma live por causa de exigências de contratantes, mas o resultado não foi nada agradável para ambos.

Os sertanejos foram cancelados após uma série de polêmicas na live e acabaram colocando um ponto final na parceria, embora ambos jurem de pé junto que não teve briga por causa do projeto. O tempo passou e Leonardo recorreu a Bruno e Marrone para dar continuidade ao “Cabaré”, mas nem tudo foi como planejado.

Isso porque as polêmicas parecem fardadas a atrapalhar o “Cabaré”, já que vira e mexe o projeto é envolvido em alguns escândalos. O mais recente foi o fato do cantor Bruno ter ficado supostamente excitado durante uma apresentação de uma dançarina, o que gerou grande revolta na internet.

Em meio a tantos devaneios, recentemente foi cogitado o fim do “Cabaré”, mas Leonardo parece ter outra solução ainda mais interessante para o projeto e tocá-lo paralelamente à sua agenda de shows para 2023: transformando em um festival sertanejo.

Leia também:

“Cabaré” pode se transformar em um festival sertanejo

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

A empresa “Talismã”, dona da marca e que pertence ao cantor Leonardo, ficou preocupada com o possível fim da turnê, o principal produto do escritório, que também é responsável pela gestão de carreira de Zé Felipe. Além disso, a marca “Cabaré” envolve contratos milionários com licenciamento da marca como a cachaça e a cerveja.

Mas o Movimento Country conversou com pessoas ligadas escritório de Leonardo que descartam o cancelamento da turnê de imediato, mas estuda-se o formato de festival, onde Leonardo poderá receber diferentes convidados em suas apresentações. Algo muito parecido com o que aconteceu durante suas lives sertanejas.

Durante a pandemia, o marido de Poliana Rocha recebeu convidados como Jorge e Mateus, Gusttavo Lima e Marília Mendonça, a única cantora sertaneja a participar do show “Cabaré”.

A novidade pode animar o público e os convidados para este novo formato, já que Leonardo é considerado um dos ícones da música sertaneja e sua carreira é marcada pelo bom humor e pelo respeito que ele tem com os demais colegas.

Se o projeto sair do papel, Leonardo passa a integrar o time dos sertanejos que comandam grandes festivais, passando a “concorrer” com grandes nomes como Gusttavo Lima (Buteco), Wesley Safadão (Garota VIP) e Luan Santana (Luan City).