Início Notícias Sertanejas Empresário revela passado secreto de Chitãozinho e Xororó: “Eu ressuscitei a dupla”

Empresário revela passado secreto de Chitãozinho e Xororó: “Eu ressuscitei a dupla”

0
16
Empresário diz ter
Empresário diz ter "ressuscitado" dupla Chitãozinho e Xororó (Foto: Reprodução/Internet)

Um dos maiores empresários de shows de todos os tempos, Manoel Poladian revelou “força tarefa” para salvar a carreira de Chitãozinho e Xororó

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Durante entrevista ao podcast do Movimento Country, o empresário Manoel Poladian revelou com exclusividade detalhes da sua relação com uma das duplas sertanejas mais importantes do Brasil: Chitãozinho e Xororó.

Para o pessoal da nova geração que não conhece Poladian, ele foi nos anos 80 e 90 o grande nome do show business Brasileiro. Nomes com RPM, Rita Lee, Daniela Mercury, Tina Turner, Liza Minelli, James Taylor e Sting são apenas alguns dos nomes que encabeçam a lista dos famosos que foram empresariados pelo empresário.

Durante a conversa comandada pelo radialista Enio Silverio e o produtor musical Reinaldo Barriga, Manoel Poladian relembrou um momento pouco conhecido dos fãs sobre a trajetória da dupla Chitãozinho e Xororó, que comemora os 50 anos de carreira este ano, e disse que quase foram interrompidos por causa de uma série crise na carreira dos irmãos.

Um amigo meu chamado Homero Bettio (cantor, compositor e radialista) veio chorando que Chitãozinho e Xororó não vendiam mais, que estavam em baixa. Eu era sempre o ressuscitador porque eu tinha os patrocínios, e o Homero Bettio falou que eu poderia comprar alguns shows do Chitãozinho e Xororó”, contou Poladian.

Aí fizemos um trabalho com Chitãozinho e Xororó magnífico, de 40 apresentações. Depois de ressuscitar Chitãozinho e Xororó, eu fiz um trabalho gigante comprando 120 shows do meu amigo Cláudio Lisa (empresário) de um tal de Zezé Di Camargo e Luciano, que estavam começando a dupla e comprei também 140 shows de Leandro e Leonardo”, contou Poladian, relembrando as três duplas sertanejas que vieram a ser enorme sucesso.

Leia mais

Poladian acusa dupla sertaneja de “roubo” no projeto “Amigos”

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Manoel Poladian também revelou uma história curiosa, porém muito triste. Durante entrevista ao Movimento Country ele revelou que Chitãozinho e Xororó teriam roubado a ideia do show “Amigos”e levado ao diretor da Globo Aloizio Legey:

Aproveitaram a amizade que eu tinha com o Legey (Aloysio Legey, ex-diretor de musicais da Globo), se aproximaram e roubaram a ideia de fazer os Amigos, e aí eu falei que não ia mais trabalhar com sertanejo e deixei eles rolarem os Amigos, porque, na verdade, eu não ligo para essas coisas. Ajudei e pena que eles não tenham gratidão, mas eu não espero gratidão de nada, de ninguém”, disparou o empresário.

O empresário disse, ainda, que se não tivesse feito o trabalho com Chitãozinho e Xororó e não tivesse convidado Legey para trabalhar com as duplas sertanejas, o show Amigos não teria nascido: “Eu pedi pro Legey dirigir também os outros shows porque eu queria ajudar. Na verdade, a Poladian Produções, dois anos antes, tinha uma estrutura no Brasil inteiro”.

Então, com a estrutura que eu tinha (…), os sertanejos que não saíam de São Paulo, interior de São Paulo, Goiás e Norte do Paraná, a gente levou pro Rio de Janeiro, pro Canecão, pro Maracanãzinho. Abrimos um horizonte fantástico pra eles!“, revelou Poladian. Convém lembrar que o show Amigos original contava com as duplas Chitãozinho e Xororó, Zezé Di Camargo e Luciano e Leandro e Leonardo.