Eduardo Costa esnoba cancelamento, declara voto em Bolsonaro e ataca Lula: “Ex-criminoso”

0
22
Eduardo Costa declara apoio a Bolsonaro e ataca Lula (Foto: Reprodução/Site Oficial)
Eduardo Costa declara apoio a Bolsonaro e ataca Lula (Foto: Reprodução/Site Oficial)

O cantor sertanejo Eduardo Costa se envolveu em mais uma polêmica ao chamar Lula de “ex-presidiário” e declarar apoio a Bolsonaro

As eleições presidenciais estão chegando e, mesmo que a maioria dos sertanejos venham evitando falar sobre o assunto para não perder apoio dos fãs, como Gusttavo Lima que se recusa a apoiar Bolsonaro publicamente, o atual Presidente da República ainda tem o apoio de vários cantores raiz, como Amado Batista e Sérgio Reis. Agora quem resolveu também declarar seu voto foi Eduardo Costa.

Embora tenha criticado publicamente Bolsonaro no último ano e feito inclusive uma música para atacar o governo, intitulada “Cuidado“, que rendeu até ameaças à sua família, Eduardo Costa resolveu, mais uma vez, apoiar o candidato de direita.

Ele já havia apoiado o candidato e 2018 e transformou suas redes sociais em um verdadeiro palanque político, mas não deu muito certo já que perdeu o apreço de milhares de fãs e sofreu até com cancelamento, o que o fez parar de comentar suas opiniões políticas.

Demonstrando não se preocupar com cancelamento, o cantor sertanejo revelou o seu voto em entrevista recente ao apresentador Odair Terra, do Canal Rural: “Odair, eu vou ser bem sincero, pra você eu vou falar… eu prometi que eu não falaria mais de política, estou falando pra você que é meu amigo, meu irmão, e para seus telespectadores e pessoas que seguem seus canais. Eu sou Bolsonaro e o meu voto é do Bolsonaro!”, disparou.

A fala de apoio a Bolsonaro não acabou aí, já que logo em seguida Eduardo Costa atacou Lula e disse que o candidato do PT não terá seu voto: “Eu não concordo com ex-criminoso governando nosso país. É o que eu tenho a dizer”, detonou o sertanejo, que está sendo investigado por estelionato na venda de uma mansão.

Já prevendo que suas declarações pudessem gerar polêmica, o noivo de Mariana Polastreli fez um apelo para encerrar: “Eu não entro em polêmica, respeito o voto das pessoas, respeito a escolha das pessoas, eu não estou aqui pra entrar em nenhum tipo de polêmica, pelo amor de Deus. Eu voto no Bolsonaro e posso dizer pra vocês que isso eu só estou falando disso porque é seu programa”.

Leia também:

Eduardo Costa já demonstrou arrependimento em fazer campanha para Bolsonaro

(Foto: Reprodução/Site Oficial)
(Foto: Reprodução/Site Oficial)

Em uma entrevista de 2021 para o mesmo jornalista, Odair Terra, Eduardo Costa abriu o jogo e revelou arrependimento em ter apoiado Jair Bolsonaro nas eleições, que ocasionaram no abandono e cancelamento por boa parte de seus fãs.

“Eu me recolhi e falei ‘eu não quero mais viver da música’, eu quero cantar pra mim, não quero mais ter que passar por isso. Eu quero levar alegria para as pessoas, eu quero levar entretenimento, aconchego e a minha música ela está virando uma coisa ruim. Porque está tendo uma agressividade com relação ao Eduardo Costa [por parte] das pessoas”, disse.

“Não sei se em algum momento foi por causa da política, lá atrás. Que eu me arrependo de ter me envolvido nisso, me arrependo amargamente”, disparou Eduardo Costa, desabafando sobre o apoio à Bolsonaro na época das eleições, que levou muitos de seus fãs se revoltarem.