Cantor sertanejo famoso é preso acusado de desviar R$ 125 milhões da saúde pública

0
23
Cantor sertanejo é preso por desviar R$ 125 milhões da saúde (Foto: Reprodução/Instagram)
Cantor sertanejo é preso por desviar R$ 125 milhões da saúde (Foto: Reprodução/Instagram)

Escândalo de corrupção chocou os fãs do cantor sertanejo, que acumula milhões de streams nas plataformas digitais; dinheiro era usado para financiar sua carreira

Uma história no mínimo chocante deixou a música sertaneja em alerta na última semana. Isso porque o cantor sertanejo Almir Matias da Silva, conhecido pelo nome artístico ‘Mattias‘, foi preso na última quarta-feira (31), na casa onde morava em São Paulo, sob acusações de que teria desviado R$ 125 milhões dos cofres públicos, especificamente de verbas da saúde.

Segundo o site A Tribuna, investigações da Polícia Federal (PF) apontaram que Almir seria o responsável por controlar algumas organizações sociais que prestam serviços à saúde pública, e que estaria usando boa parte do dinheiro repassado para essas organizações para financiar a sua própria carreira como cantor sertanejo.

O cantor sertanejo é operador das organizações sociais Pró-Vida, OS Revolução e Imegas (Instituto Medicina Especializado em Gestão e Assistência à Saúde), que teriam desviado aproximadamente R$ 125 milhões dos cofres públicos. A maior parte do desvio veio do Guarujá, onde a Pró-Vida presta seus serviços e desviou R$ 109.492.338,04.

Além desse valor, R$ 12.611.890,67 desviados através da OS Revolução, que atuou em Cubatão e Caçapava, ambos municípios do estado de São Paulo. E, por fim, teriam sido desviados R$ 2.794.000,00 da Imegas, quando a empresa foi contratada para gerir a UPA Jardim Casqueiro, na cidade de Cubatão, em 2017.

A Polícia Federal indica que a fortuna desviada teria sido usada para impulsionar a carreira de Almir Matias da Silva na música sertaneja, que vinha em grande ascensão. No YouTube, o cantor sertanejo já ultrapassa mais de 1 milhão de visualizações em seu canal oficial; no Spotify, o número de ouvintes mensais ultrapassa 39 mil pessoas, e no Instagram Mattias é seguido por mais de 34 mil pessoas.

Leia também:

Cantor sertanejo foi preso em São Paulo

Almir Matias foi preso pela Polícia Federal na última quarta-feira (31) e encaminhado para a delegacia da PF em Santos, onde esteve acompanhado do seu advogado. O cantor sertanejo passou por exames e teve a sua prisão preventiva decretada pelo juiz Roberto Lemos dos Santos Filho, da 5ª Vara Federal Criminal de Santos.

O escândalo de corrupção milionária do cantor sertanejo se deve à Operação Ar Puro, que tem como objetivo investigar a compra de respiradores ineficazes contra a Covid-19 no ano de 2020. As máquinas não tinham a autorização da Anvisa para serem utilizadas e serviram para o desvio de verbas públicas.

“Foi decretada a prisão preventiva dele em face de um inquérito policial, onde investiga a compra de respiradores na cidade de Guarujá. No decorrer da apuração do inquérito e possível instrução processual, serão apresentados os elementos da defesa”, declarou o advogado de Almir, José Eduardo dos Santos.

Se condenado, Almir Matias pode pegar de 11 a 18 anos de prisão e multa em função de crimes contra a saúde pública e organização criminosa.