Cantor sertanejo enfrenta vício mortal e faz desabafo após ter prejuízo milionário em batalha judicial

3.352

Após enfrentar uma batalha judicial milionária, o cantor sertanejo Jorge Barcelos, da dupla Jorge e Mateus, revelou que está lutando para deixar um vício que carrega há anos

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Dono de grandes sucessos da música sertaneja, Jorge Barcelos, que faz parte da dupla de sucesso Jorge e Mateus e tem um dos maiores cachês sertanejos da atualidade, enfrenta há tempos uma batalha contra o tabagismo.

Em 2020, o cantor sertanejo chegou a revelar aos seus fãs durante uma das raras lives sertanejas da dupla, que trava uma luta severa contra o cigarro. Em um desabafo, o sertanejo revelou que enfrenta, desde os 16 anos, o vício de fumar e está tentando parar.

“Eu fumo. E hoje (durante a live) tem cinco dias que não fumo um cigarrinho”, disse. “Rapaz, deixa eu falar. Começa não gente, é muito difícil de parar. Mas até agora eu não caí, não tive recaída, estou firme e forte aqui. Cantar passa a recaída”, completou o cantor. Seu parceiro de dupla, Mateus, celebrou a conquista, mas também fez seu desabafo: “Mas é gostoso, né cara. Na verdade, que perdoe, mas cigarro é gostoso para caramba… se não a gente não viciava”.

Apesar do forte vício, Jorge Barcelos pediu para que seus fãs não fumem, nem experimentem cigarro, pois é difícil deixá-lo: “Essa nova geração está cada vez menos ligada em cigarro. Mas eu digo: não comecem. Quando começam, não é fácil parar depois. Mas vamos firme e forte aqui e vamos que vamos. Só Deus na causa. Vamos que Vamos”.

Jorge e Mateus tiveram que indenizar ex-empresário

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Em um histórico constante de brigas e desentendimentos, Jorge e Mateus foram vítimas de um prejuízo milionário após seu ex-empresário, Marcos Araújo, proprietário da AudioMix, um dos maiores escritórios de artistas sertanejos do Brasil.

Na ocasião, a dupla movia um processo judicial contra seu empresário após a notícia de que ele teria desviado cerca de R$ 17 milhões em um adiantamento contratual envolvendo a Som Livre, além de eventuais desvios em cachês de shows e contratos comerciais. Em contrapartida, Marquinhos pedia indenização de R$ 31 milhões por quebra de contrato.

Após a ameaça dos processos e boicotes de contratantes, a dupla e o ex-empresário assinaram um “acordo de paz”, onde os processos judiciais foram retirados e há a possibilidade de Jorge e Mateus voltarem a tocar no festival Villa Mix, um dos mais famosos do Brasil pelo público sertanejo.

Após uma série de brigas e desavenças Jorge e Mateus levam suas carreiras a trancos e barrancos. Recentemente, vazaram boatos de que Mateus não queria fazer show, pois havia sido convidado para apresentar um quadro no Esporte Espetacular sobre wakeboard, gerando uma discussão entre a dupla.

A dupla sertaneja viveu altos e baixos ao longo da carreira, já quase separam, mas seguem firme trazendo o conteúdo de qualidade que os fãs merecem. Além disso, eles demonstram força e mesmo diante os problemas estão há muitos anos juntos.

Jorge e Mateus estão vivendo uma boa fase: “A partir do momento em que você começa a respeitar, você começa a ceder um pouco e deixar o ego de lado. O ego é o que estraga qualquer relação. Você querer ser sempre o dono da verdade”, disseram em entrevista.