Inquérito da morte do assessor de Leonardo tem reviravolta e conclusão choca

0
87
Inquérito da morte do assessor de Leonardo tem reviravolta e conclusão choca (Foto: Reprodução Instagram)
Inquérito da morte do assessor de Leonardo tem reviravolta e conclusão choca (Foto: Reprodução Instagram)

Segundo a investigação, o assessor de Leonardo que faleceu na Fazenda Talismã teve o motivo da morte revelado e agora o caso será arquivado

O primo, amigo e assessor de Leonardo, Nilton Rodrigues da Silva, de 60 anos, conhecido como Passim, teve a causa da morte revelada. Após o falecimento acontecer na Fazenda Talismã do cantor sertanejo, que foi chamado de velho por Gusttavo Lima em outra edição de “Cabaré” recentemente, as investigações do caso foram concluídas.

Segundo consta, o tiro foi acidental e por não ter quem indiciar pela morte, o investigador sugeriu que o Ministério Público arquive o caso. “Concluímos que foi morte por disparo acidental de arma de fogo em que ele atirou em si próprio. Nesse caso, ninguém que estava no local é indiciado. O laudo da balística ainda não ficou pronto, mas finalizei a investigação com o laudo do local do crime, que apontou a causa da morte como acidental”, relatou na última quarta-feira (28), Gilvan Borges, o delegado que investigava o ocorrido.

Assuntos Relacionados

A arma usada era da própria vítima e segundo testemunhas, Passim a usava apenas para defesa pessoal. O assessor foi encontrado morto no banheiro de sua suíte com um tiro na mão e um na perna esquerda e acabou falecendo devido a hemorragia. Agora, já se sabe que os disparos foram acidentais e não houve crime premeditado. O fato, que aconteceu em 4 de março, fez Leonardo cogitar vender a Fazenda.

Leonardo e o filho brigam por pensão e caso vai parar na Justiça

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Fruto de um relacionamento com Naira Ávilla, João Guilherme recebe o recurso do pai desde 2011, quando a mãe do ator e influenciador entrou com o pedido. Segundo o portal Em Off, o valor da pensão chegaria a cerca de R$15 mil por mês e fez com que Leonardo questionasse após o filho completar 18 anos, a necessidade de continuar a bancar o caçula bem como, ainda entrou com um pedido de suspensão do pagamento na Justiça.

João Guilherme foi contra a decisão e tomou medidas para contestar o pedido do cantor e pai. Entrando com um recurso, o influenciador e ator alegou não conseguir se sustentar sozinho já que deixou de ter uma renda fixa desde seu último trabalho em uma novela do SBT. Após todo o trâmite que correu no Tribunal de Justiça de São Paulo, ambas as partes chegaram a um acordo.

O documento datado do mês passado, afirma que: “chegaram a uma composição extintiva do feito, no qual reconhecem a desobrigação alimentar do requerente para com o requerido” e que assim, “desistem de eventuais recursos”. Não se sabe ainda a causa pela desistência do recurso por parte de João Guilherme porém, perante a Justiça eles já se acertaram. Além disso, Leonardo parece ter uma boa relação com os filhos e já afirmou que cumpre suas responsabilidades como pai.