Morre Paulinho, vocalista do Roupa Nova, após luta comovente contra Covid-19 na UTI

10

Internado com Covid-19 há semanas, Paulinho, vocalista da banda Roupa Nova, não resiste à luta pela vida e morre em UTI do Rio de Janeiro

Morreu na noite desta segunda-feira (14), aos 68 anos, o cantor Paulo César Santos, conhecido como Paulinho, vocalista do famoso grupo Roupa Nova. O cantor lutava pela vida em um hospital do Rio de Janeiro após contrair Covid-19.

Acompanhe as últimas notícias do Movimento Country no Instagram

Internado com Covid-19 no Hospital Copa D’or (RJ) desde o mês passado, Paulinho estava em estado crítico há algumas semanas e, segundo comunicado de sua equipe nas redes sociais ainda na tarde desta segunda (14), apresentava quadro delicado de saúde e corria sérios riscos de vida. 

Segundo um comunicado oficial da assessoria do artista, “ele morreu em decorrência da covid-19, mas pelo agravamento de outros fatores”. Paulinho deixa uma legião de fãs e um dos maiores legados na música nacional.

Legado na Música

(Foto: Reprodução Divulgação)
(Foto: Reprodução Divulgação)

A frente do “Roupa Nova”, o cantor embalou inúmeras trilhas sonoras de novelas de Globo e outras emissoras, e quebrou paradigmas ao ser a primeira banda da história a aparecer tocando na abertura de uma novela (Novela “Um Sonho a Mais”), com a música “Whisky a Go-Go”.

Seus sucessos foram regravados por renomados artistas brasileiros, incluindo Eduardo Costa, que fez uma nova versão de “Coração Pirata”, que explodiu em ambas as vozes nos quatro cantos do país.

Siga o canal do Movimento Country no YouTube

Com o Roupa Nova, Paulinho conquistou importantes prêmios nacionais e internacionais, incluindo um Grammy Latino de Melhor Álbum Contemporâneo por “Roupa Nova em Londres”, além de uma série de prêmios Sharp e Troféu Imprensa.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais