Leonardo esnoba Eduardo Costa após polêmicas e prepara volta do “Cabaré” com Bruno e Marrone

Criador do “Cabaré“, Eduardo Costa é completamente esquecido por Leonardo, que planeja a volta do projeto em 2022 com outros parceiros

Quem esperava um retorno da amizade entre Leonardo e Eduardo Costa pode ir tirando o cavalinho da chuva porque isso está cada dia mais distante de acontecer. Após a briga entre os astros que colocou fim no “Cabaré em meio a várias polêmicas de Eduardo Costa, incluindo uma fala infeliz sobre a filha de Thaeme, o pai de Zé Felipeestá preparando seu retorno para os palcos com o projeto idealizado pelo seu ex amigo, mas sem a presença dele.

Conforme o Movimento Country havia adiantado no último dia 23 de agosto, Leonardo já está com quase tudo certo para voltar com o “Cabaré” para 2022, inclusive pode liberar as datas dos seus shows até o final deste ano. O que muitas pessoas não contavam é que a dupla que iria acompanhar o sertanejo nessa ocasião será Bruno e Marrone, que vem enfrentando boatos de separação desde o ano passado após uma briga em uma live sertaneja.

Assuntos Relacionados 

Segundo informações do youtuber Renato Sertanejeiro, já está mais que certa a volta do “Cabaré” aos palcos em 2022, dessa vez com Bruno e Marrone no lugar de Eduardo Costa. A dupla sertaneja participou da última live de Leonardo ao lado de Marília Mendonça e Jorge e Mateus que foi um sucesso de audiência, mas como sempre gerou polêmicas com homofobia e machismo. Os artistas ainda não se pronunciaram sobre a volta do projeto.

Apesar da notícia ter agradado muita gente, vários fãs pedem justiça por Eduardo Costa, que foi expulso do próprio projeto que ele criou. Em comentários na internet, internautas detonaram Leonardo e disseram que o “Cabaré” só tem um dono: “Rapaz Eduardo Costa deveria tá aí nesse meio, o cara foi fundador do projeto! Injusto”, disparou um. “Era melhor mudar o nome, pq o dono do projeto não está”, comentou outra fã.

De fato, o projeto é uma criação de Eduardo Costa, mas foi registrado como propriedade da Talismã, empresa de Leonardo que gerenciava sua carreira antes do rompimento. Após toda a confusão, tivemos acesso à fontes que alegaram que o sertanejo poderia ‘buscar os seus direitos’ na Justiça! Confira detalhes abaixo.

Eduardo Costa pode brigar pelos direitos do “Cabaré” na Justiça

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Leonardo e Eduardo Costa fizeram uma das maiores parcerias dos últimos tempos com o “Cabaré, mas em meio a muitas polêmicas, incluindo a declaração de que “iria transar pensando no bebê da Thaeme, a parceria entre os sertanejos chegou ao fim em meio a boatos de uma briga que quase acabou em agressão. Agora, passado mais de um ano do rompimento, o Movimento Country teve acesso a uma informação de que Eduardo Costa estaria cogitando a possibilidade de recorrer à Justiça pelo nome “Cabaré”.

Para um melhor entendimento, o cantor sertanejo assumiu de vez em uma entrevista sua revolta contra Leonardo por ter sido excluído do “Cabaré”, projeto que ele mesmo idealizou, mas que foi registrado no INPI sob o número de registro 909841004 pela Talismã, empresa de Leonardo que cuidava da carreira de Eduardo Costa. Dessa forma, mesmo que diga “da boca pra fora” que é o dono do projeto, o cantor terá que recorrer à Justiça se quiser provar sua verdadeira propriedade, já que consta o registro no nome da empresa de Leonardo.

De acordo com fontes ouvidas pela equipe do Movimento Country, Eduardo Costa teria ficado muito incomodado com a participação de outros artistas em seu projeto, como Gusttavo Lima e Marília Mendonça, e estaria pensando em brigar pelos direitos do nome “Cabaré”, para quem sabe poder usá-lo legalmente em seus projetos ou evitar que Leonardo faça isso, já que é de sua própria criação.

Assista ao vídeo com a informação completa:

Em uma série de entrevistas, Eduardo Costa já vem mostrando seu descontentamento com Leonardo e não perde uma oportunidade para falar que a atitude do ex amigo foi uma verdadeira traição. Recentemente ele até chegou a dizer que a sensação é a mesma de que se “um cara tivesse comendo sua mulher”, o que bombou na internet e gerou grande polêmica.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais