Juliano Cezar é sepultado em Minas Gerais após morte trágica

0 13

O cantor Juliano Cezar morreu na última terça-feira (31), após sofrer uma parada cardíaca durante um show no Paraná, o sertanejo foi enterrado na cidade de Passos (MG), sua terra natal

O velório de Juliano Cézar, que começou em Ribeirão Preto e terminou no município mineiro, e o sepultamento contaram com homenagens de artistas consagrados da música.

Dentre elas a do compositor de “Não Aprendi Dizer Adeus“, Joel Marques, que cantou a música que ficou muito conhecida na voz de Juliano. Mas, quem também marcou presença e fez um tributo a Juliano Cezar foi o cantor Rionegro, dupla com Solimões. O artista cantou uma canção do amigo: “Rumo à Goiânia”, e também o clássico de Milionário e José Rico “Estrada da Vida”.

Juliano Cezar chegou ao sepultamento em carro dos Bombeiros e as ruas do entorno ficaram tomadas de gente. O cantor mineiro morreu na madrugada de terça-feira (31) após sofrer uma parada cardíaca enquanto fazia um show em Uniflor, no interior do Paraná. O artista deixa sua esposa Andrea Mendes, com quem ficou casado por 27 anos.

Entretanto, ao longo da trajetória de 33 anos de carreira, o cantor gravou 14 álbuns (sendo quatro DVDs gravados) e emplacou sucessos como “Não Aprendi Dizer Adeus” (1990); “Rumo à Goiânia” (de 1991), “Bem aos Olhos da Lua” (de 1997), “Cowboy Vagabundo” (2002) entre outros.

Juliano Cezar morreu no palco

Durante show nesta noite em Uniflor, aqui no Paraná, Juliano Cezar sofreu um infarto. Equipe do Samu foi acionada e chegou a prestar atendimento mas o cantor não resistiu.

Com mais de 30 anos de carreira, 10 Cds e 3 DVDs lançados, o cantor era conhecido como “cowboy vagabundo”. Juliano também obteve sucesso como compositor com diversas músicas nas paradas de sucesso como “Não aprendi dizer adeus” e “Rumo à Goiânia” gravadas por Leandro e Leonardo. Natural de Passos, Minas Gerais, o cantor tinha 59 anos de idade

Repercussão

Artistas importantes da música lamentaram a perda precoce do músico. Dentre eles o cantor Daniel. “Uma notícia tão triste! Nosso querido amigo Juliano Cezar nos deixou mas só posso dizer que ele fará muita falta”, escreveu em uma rede social.

Sorocaba, dupla com Fernando, também lamentou. “Descanse em paz Cowboy. Sempre que a gente se encontrava nas estradas da vida era assim, só alegria! Você foi muito importante.” João Neto e Frederico publicaram a seguinte mensagem: “Juliano Cezar cantou, e por diversas vezes nos encantou, e agora vai deixar uma saudade sem tamanho. Estamos tristes pela sua partida meu amigo”.

Deixe uma resposta