Fim de dupla João Carreiro e Capataz vai parar na polícia

0

A dupla João Carreiro e Capataz chegou ao fim em 2014, mas as desavenças entre os cantores foram parar na polícia.


Nessa semana, mais um capitulo do fim da dupla João Carreiro e Capataz virou caso de polícia. Hilton Cesar Serafim da Silva, o Capataz, registrou um boletim de ocorrência na Central de Flagrantes de Rio Preto, na última quarta-feira (18), por injúria e difamação, pedindo a retirada de um vídeo da internet. Na gravação, seu antigo parceiro, João Sérgio Batista Corrêa Filho, o João Carreiro, fala sobre o fim da parceria musical.
Capataz exige na justiça que o vídeo publicado em junho de 2014 seja retirado do ar.
Nos 30 minutos de entrevista, João Carreiro diz ter ficado incomodado com a postagem de Capataz no nas redes socais, ao anunciar a nova dupla – a nova dupla é Carreiro e Capataz. “O Capataz  postou um negócio que não fiquei muito contente. Ele está se passando por vítima da história. Ele poderia seguir uma carreira brilhante sem meter o pau em mim“, disse o músico na época. João Carreiro fala ainda sobre as divergências da dupla e diz que tinha parado de cantar para se tratar de depressão.
Em junho de 2017, Capataz entrou com ação judicial contra o ex- parceiro João carreiro, o blogueiro que publicou o video e contra o Google, para exigir a retirada da entrevista do YouTube e pedir R$ 100 mil de indenização por danos morais. O processo tramita na 4ª Vara Cível de Rio Preto e ainda está na fase de citações das partes.

Uma história de sucesso na música sertaneja

A dupla João Carreiro e Capataz foi formada em 2006. No repertório, canções como “Bruto, Rústico e Sistemático“, que fez sucesso no mundo sertanejo. Após sete CDs e DVDs gravados, a dupla acabou em junho de 2014. Capaz, com o novo parceiro, Gustavo Santana, formou a dupla Carreiro e Capataz. João Carreiro, após superar a depressão, decidiu seguir carreira solo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.