Henrique e Juliano são investigados pela Justiça após aglomeração em gravação de DVD

Evento da gravação do sétimo DVD da dupla Henrique e Juliano gerou aglomeração e possivelmente o descumprimento de regras sanitárias

No último sábado (10), Henrique e Juliano realizaram no interior do Tocantins, no município de Porto Nacional, a gravação do sétimo DVD da dupla de música sertaneja. Além das faixas inéditas, o que chamou a atenção foi a aglomeração presente no local e a falta de cuidado do público com as recomendações sanitárias necessárias durante a pandemia, o que fez com que o Ministério Público do Estado abrisse uma investigação.

Embora a assessoria dos artistas tenham declarado em nota que os protocolos de segurança foram seguidos e que todos os presentes foram testados, a Justiça irá apurar possíveis irregularidades durante o show, realizado na zona rural da cidade.

O caso foi encaminhado para a 7ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional na segunda (12) sob justificativa dada pelo Promotor de que “não é razoável supor que fiquem impunes pessoas que supostamente colocam em risco a saúde pública, mormente quando a motivação é o mero interesse econômico”.

Assuntos Relacionados 

Sendo assim, a Prefeitura terá que prestar esclarecimentos sobre a concessão de algum alvará ou qualquer outro tipo de autorização para o acontecimento do evento, que gerou revolta em alguns internautas.

Isso porque, embora a vacinação já esteja surtindo efeito na queda do número de casos e mortos, as aglomerações e a falta do uso de máscaras continuam proibidos nos decretos vigentes em todo país, já que a pandemia ainda não está controlada.

Prevendo críticas, cantor Henrique mandou recado

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

Durante apresentação de novo DVD no interior do Tocantins, cantor Henrique, da dupla Henrique e Juliano, mandou um recado já prevendo críticas à realização do evento.

Entre uma música e outra, Henrique desabafou sobre a paralisação dos trabalhos da classe artística: “Meu irmão, o nosso setor foi o primeiro a parar e tá sendo o último a voltar entendeu? Quem quiser reclamar, vem pegar os boletos aqui e pagar minhas contas”.

Ele ainda tentou justificar a aglomeração causada citando outras organizações que costumam descumprir as recomendações. “A gente tá vivendo num país que tudo pode, pode manifestação da direita, pode manifestação da esquerda, pode a torcida de futebol aglomerar pra torcer pelo time, a única coisa que não pode é a gente fazer o trabalho honesto, vir aqui e a gente se divertir? Qual o sentido disso?”, questionou enquanto seu comentário rendia aplausos da plateia.

Veja o vídeo no Twitter do Movimento Country:

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais