Humorista vence ação movida por compositores de Luan Santana

Publicidade

O humorista Vinicius Vieira, ex-“Pânico”, Record e atualmente no SBT, venceu um processo judicial movido pelos compositores da música “Amar Não é Pecado”, interpretada por Luan Santana.


Segundo o jornalista Leo Dias, do jornal “O Dia”, a justificativa do processo era pelo fato de que Vinicius estava ofendendo a obra com uma paródia feita por ele durante um programa de rádio.
Os compositores exigiam uma indenização de R$ 200 mil. Porém, o processo, aberto em 2012, teve desfecho nesta semana – e a sentença foi favorável ao humorista.
Conhecido por fazer imitações de Gugu Liberado, Vinicius atualmente faz parte do quadro fixo de “A Praça é Nossa” como João Dólar, satirizando o prefeito de São Paulo, João Doria.

Publicidade