Gusttavo Lima garante que não irá demitir funcionários na pandemia

0
45
Gusttavo Lima não soltará a mão de seus funcionários na pandemia (Foto: Reprodução/Divulgação)
Gusttavo Lima não soltará a mão de seus funcionários na pandemia (Foto: Reprodução/Divulgação)

A declaração foi dada no ano passado pelo cantor mas serviria muito bem no momento atual em que muitos artistas tem feito demissões em massa

Como foi comentado no Podcast EnterHits, Gusttavo Lima afirmou que não deixará seus funcionários na mão nesse período pandêmico. A afirmação foi feita no ano passado em uma de suas lives e surpreendeu seu público, que aplaudiu a atitude nobre.

O fato é que recentemente muitos artistas precisaram cortar gastos e demitiram funcionários. Luan Santana e Marília Mendonça são sertanejos que tomaram essa atitude mas se depender de Gusttavo Lima, seus contribuintes podem ficar tranquilos.

Assuntos Relacionados

Segundo o músico, alguns de seus mais de 80 funcionários compõem sua equipe há 11 anos e por esse motivo, o cantor preferiria ficar pobre com eles a ter que demitir os companheiros.

De acordo com os comentaristas Ênio Silvério e Reinaldo Barriga do EnterHits, a fidelidade de Gusttavo Lima com sua equipe é algo ímpar bem como o coração enorme do sertanejo, que conquistou uma carreira de muito sucesso.

Gusttavo Lima detona artistas que demitiram funcionários

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A falta de shows provocada pela pandemia de Covid-19 fez alguns dos maiores artistas sertanejos do Brasil promoverem uma demissão em massa de seus funcionários sob a desculpa que estavam enfrentando uma crise financeira, o que deixou famílias sem sustento devido a situação do país, que já passa mais de um ano sem shows.

Um dos poucos que não demitiu nenhum de seus funcionários, Gusttavo Lima, que fatura bolada mensalmente com o Spotify, tratou de mandar uma indireta (bem direta) aos companheiros de profissão que demitiram seus funcionários em plena pandemia. Entre os principais, destacam-se Luan Santana, Marília Mendonça, Gustavo Mioto e Naiara Azevedo.

“Se eu tiver que ficar pobre, eu vou ficar pobre junto com eles. Se a gente fosse pensar só na gente, a gente mandava músicos e banda, tudo embora (…) mas a gente não pode fazer isso”, detonou Gusttavo Lima, alegando ainda que a maior parte dos seus funcionários estavam na sua equipe há 11 anos, quando ele começou a fazer sucesso pelo Brasil.