Live sertaneja de Gusttavo Lima é investigada pela Justiça por promover aglomeração

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Embaixador do sertanejo, Gusttavo Lima, é suspeito de descumprir medidas de isolamento social ao realizar live sertaneja

A live sertaneja de Gusttavo Lima no último sábado (01) gerou polêmica nas redes e agora o cantor é investigado na Justiça. Isso porque, foi perceptível que a transmissão contou com grande público no local gerando aglomeração, o que está proibido em quase todo o país devido a pandemia. Internautas criticaram o show e alegaram que o motivo central da realização das lives é instruir o público a ficar em casa e portanto, o tumulto no show de Gusttavo Lima não teve cabimento.

Após vídeos circularem nas redes sociais mostrando um grande número de pessoas presentes na live sem seguir as regras de distanciamento social, o Ministério Público Estadual (MPE) do Mato Grosso instaurou na última segunda-feira (03) um inquérito para investigar a suspeita do descumprimento do decreto do município de Primavera do Leste, onde aconteceu o show, que estimou um limite de pessoas presentes em eventos públicos e privados bem como a utilização de máscaras.

Assuntos Relacionados

Segundo consta nas imagens, a produção da transmissão de Gusttavo Lima, que se reconciliou recentemente com Andressa Suíta, falhou por permitir o descumprimento das medidas sanitárias e poderão responder na Justiça pelo ato. Pela lei, a live violou o artigo 268 do Código Penal que prevê a interdição da propagação de doenças contagiosas, em que o acusado pode ser detido de um mês a um ano bem como, ter que pagar uma multa.

Agora a Promotora de Justiça do caso, Carla Marques Salati, já solicitou novas informações em um prazo de 10 dias sobre o evento. As empresas Sandrin Shows e Eventos Eireli também deverão prestar esclarecimentos. Até o momento, Gusttavo Lima, que pretende enveredar na política com posicionamento alinhado com de Bolsonaro, não se manifestou sobre o caso.

Gusttavo Lima divulga serviço suspeito de fraude em sua live

 

 

(Foto: Reprodução/Divulgação)
(Foto: Reprodução/Divulgação)

A live “Embaixador do Agronegócio II” de Gusttavo Lima reuniu 980 mil pessoas simultaneamente no show virtual de Gusttavo Lima. Durante a live, um serviço apresentado para a audiência foi alvo de suspeitas entre os internautas. Segundo o site Yahoo Finanças, o serviço de criptomoedas da CryptoXRevolution foi motivo de suspeitas por apresentar como proposta, um alto retorno financeiro na compra de “planos de investimentos” de criptoativos na plataforma do site.

A empresa promete também redes de indicação e “bônus binários” ao usuário. As informações contidas no site deixam a desejar gerando suspeitas e indícios de fraude. A empresa se limita a divulgar que “se expor ao risco é necessário para fazer volume financeiro com criptoativos” e se livra de “operação com gestão de risco e alta lucratividade, apoiados por sistemas inteligentes automatizados”.

A assessoria foi questionada sobre o ocorrido, porém, não houve nenhum retorno sobre o serviço mostrado de criptomoedas para a audiência durante a live sertaneja de Gusttavo Lima.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy