Gusttavo Lima é envolvido em golpe e pede indenização após denúncias

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

O sertanejo Gusttavo Lima é envolvido em caso de golpe por empresa que vende produtos importados e veicula a imagem do cantor aos produtos

Gusttavo Lima que ostenta valor milionário acumulado pela venda de sua turnê internacional nos Estados Unidos e gerou revolta por se apresentar em festa para 500 pessoas, foi envolvido em golpe. O sertanejo pediu indenização por ter imagem associada em empresa que aplicou golpe em Mato Grosso do Sul.

A empresa em questão é a R3 Imports, no ramo de produtos importados em Mato Grosso do Sul. Sendo investigada desde 2017 por contrabando, lavagem de dinheiro e descaminho, a instituição privada foi alvo de operação policial recentemente e deve responder na Justiça a pedido do sertanejo. Gusttavo Lima pediu R$ 10 mil em indenização por ter imagem envolvido em golpe por empresa.

Assuntos Relacionados

Em meados de 2018, Rogério Rodrigues Reis, dono da empresa, pediu para tirar uma foto com Gusttavo Lima e lhe entregou como presente um smartphone: “Assim como faz com todos os seus fãs, o requerente [Gusttavo Lima] permitiu que as imagens fossem feitas, contudo, jamais autorizou a utilização das mesmas para fins comerciais e publicitários”, disseram os advogados do cantor.

Após a veiculação da foto com o golpe nas redes sociais da R3 Imports, internautas apareceram nas redes sociais de Gusttavo Lima informando que compraram os celulares e faziam o pagamento dos mesmos, porém, não o recebiam. Após isso, o sertanejo pediu a indenização e um pedido de exclusão das mídias que a empresa possuía dele, pois sua imagem estava sendo ligada a casos de estelionato.

Gusttavo Lima fatura fortuna com lives sertanejas; valor surpreende

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Gusttavo Lima que gerou aglomeração em live sertaneja e perdeu a paciência com equipe de músicos durante a transmissão ao vivo, faturou milhões durante o isolamento social. Mesmo com as restrições de show e eventos presenciais em decorrência da pandemia que deixou artistas sertanejos na crise financeira, o cantor faturou fortuna com lives sertanejas.

Gusttavo Lima faturou cerca de R$ 3 milhões na última live sertaneja que realizou. Isso porque as marcas patrocinam a transmissão ao vivo e as cotas do cantor variam de R$ 400 mil a R$ 1 milhão, excluindo as publicidades que o sertanejo realiza durante a transmissão e em seu perfil nas redes sociais antes e depois da live sertaneja.

Gusttavo Lima também recebe pelo número de visualizações e inscritos em seu canal no YouTube. O sertanejo coleciona atualmente a marca de 17 milhões de inscrições na plataforma. Em sua primeira live sertaneja, conquistou aproximadamente 10 milhões em visualizações. Na segunda transmissão, o número de views foi cinco vezes maior. Por isso, a cota sofreu um reajuste, sendo cobrado R$ 500 mil para as marcas estamparem seu logo durante a exibição.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy