Gusttavo Lima é citado na CPI da Covid após aglomerar 500 pessoas em festa

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Ex ministro da saúde, Eduardo Pazuello, citou Gusttavo Lima como um grande aliado durante a crise da escassez de oxigênio em Manaus (AM)

O assunto que diz respeito à todos os brasileiros no momento é a CPI da Covid-19. Isso porque a comissão parlamentar de inquérito em andamento investiga supostas irregularidades nos gastos do governo federal durante a pandemia no Brasil, que já vitimou mais de 440 mil brasileiros. Na última quarta-feira (19) foi a vez do ex ministro da saúde, Eduardo Pazuello, depor aos senadores e ele acabou citando o sertanejo Gusttavo Lima, que recentemente se apresentou no Copacabana Palace gerando revolta.

O esperado depoimento de Eduardo Pazuello que continua na quinta-feira (20) revelou detalhes da grave crise em Manaus (AM) que aconteceu no início do ano, quando faltou oxigênio nos hospitais da capital amazonense. Contestado pelos senadores após afirmar que  a escassez durou apenas 3 dias, Eduardo citou que em determinado momento o Governo chegou a depender da ajuda do cantor Gusttavo Lima e do humorista Paulo Gustavo, que faleceu recentemente vítima da Covid-19.

Assuntos Relacionados

“Antes a gente ficava dependendo da ajuda do Gusttavo Lima, do Paulo Gustavo”, afirmou o militar da reserva. A ajuda dos artistas parece ter sido reconhecida já que o Deputado Estadual Cabo Maciel (PSL) propôs no início do mês conceder o título de cidadão amazonense ao embaixador do sertanejo e à alguns outros contribuintes.

No entanto, mesmo com grande ajuda nesse colapso da saúde pública, Gusttavo Lima já foi flagrado promovendo grandes aglomerações. Depois de ter live sertaneja investigada pelo Ministério Público do Mato Grosso (MT), o sertanejo voltou a gerar revolta por realizar show no Copacabana Palace no último fim de semana enquanto a pandemia continua descontrolada e vitimando muitos brasileiros.

Confira o contexto em que Eduardo Pazuello citou o cantor clicando aqui.

Eduardo Costa detona Bolsonaro e faz críticas em nova música

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

sertanejo Eduardo Costa, que está ressentido com Leonardo e com raiva de Gusttavo Lima, acabou revelando um posicionamento pessoal em sua nova música “Cuidado”, lançada na última semana. A faixa que está disponível em todas as plataformas digitais pela ONErpm, revela que o sertanejo agora é um bolsonarista arrependido diante das ações de Bolsonaro na pandemia.

Após detonar a ex Victoria Villarim por polêmicas na Fazenda, o cantor que já havia demonstrado apoio à Jair Bolsonarocomo tantos outros sertanejos que ainda o apoiam, parece ter repensado o voto político e expôs a decepção diante do que vem acontecendo.

Na letra da canção, Eduardo Costa deixa claro a postura de quem ocupa o cargo de 4 em 4 anos e que acaba prometendo mais que do consegue cumprir. Além disso, ele chamou atenção para o descaso com os hospitais que precisaram de espaço em estádios de futebol.

A alfinetada à quem deveria ter mais responsabilidade com o cenário atual já vem logo no começo: “Só querem nos roubar e nos fazer de palhaços, depois que estão eleitos vão morar em seus palácios”, afirma a letra.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy