fbpx

Luto! Felipe Araújo lamenta morte da sua produtora nas redes sociais

O cantor sertanejo usou suas redes sociais para manifestar seu luto pela morte da produtora de performance Karina Amélia

Karina Amélia morreu nesta segunda-feira (3). O motivo da morte não foi revelada, mas Felipe Araújo manifestou sua solidariedade O pai do pequeno Miguel que está prestes a completar um ano de vida, usou seu perfil oficial no Instagram para homenagear a amiga. A causa da morte da produtora, porém, não foi revelada.

Descanse em paz, minha querida amiga! Você transformou a minha vida e não há um show sequer que eu faça, que não me lembre de você e tudo que me ensinou. Te amo pra sempre. Quanta tristeza“, escreveu o cantor.

Karina Amélia também trabalhou com Xand Avião, da banda Aviões. Lucas Lucco, Yasmin Santos e outros artistas que já haviam trabalhado com a produtora também se manifestaram nas redes sociais.

Felipe Araújo participou do aniversário do sobrinho

Felipe Araújo participou festa de aniversário do filho de Cristiano Araújo, morto há quatro anos em um acidente automobilístico.

Além disso, o cantor, que é tio de Bernardo, usou as redes sociais para fazer uma declaração ao sobrinho de sete anos. “Feliz aniversário, meu Bê. Bernardo! Sobrinho!”, escreveu Felipe na legenda da foto. Mas é claro que alguns seguidores ficaram comovidos com a declaração e comentaram o clique do músico.

“Lindos demais! Parabéns Bê, que Deus te abençoe sempre!“, escreveu um seguidor. “A cara do Cristiano, feliz aniversário Bernardo”, disse outro. “Feliz aniversário, Bernardo, muitas felicidade para você um abraço“, afirmou outro seguidor. “Feliz aniversario pra o Bernardo que Deus abençoe muito ele e a vida dele“, comentou mais um fã.

Cantor desabafou sobre humilhações no início da carreira

Sem dúvida Cristiano Araújo (1986-2015), foi um dos maiores nomes da música sertaneja recente, porém seu irmão Felipe Araújo revelou que já foi muito humilhado e sofreu preconceito por seguir a mesma profissão de seu irmão. Entretanto o cantor acredita que foi vítima de comparações injustas no início de sua carreira solo.

“Há quatro anos, quando me lancei sozinho, algumas pessoas nos compararam sem saber que eu já tinha um caminho na música, até participado de várias duplas sertanejas. Hoje, acredito que consegui reverter isso com muito trabalho”, ponderou o artista.

Mas ele não esconde que Cristiano Araújo, morto em um acidente de carro em 2015, sempre foi uma de suas principais inspirações. “Desde que eu nasci o Cristiano já cantava também, então minha vida sempre foi isso”, contou.

Comentários