Esposa de Gusttavo Lima fica aterrorizada após alerta assustador

0 242
Tempo de leitura: 2 minutos

A modelo Andressa Suita compartilhou com os fãs um alerta. É que está surgindo no Brasil uma “brincadeira” que já assustou pais fora do Brasil.

Andressa Suita, a mulher de Gusttavo Lima fez um alerta sobre uma boneca chamada Momo. Ela incentiva as crianças a cometerem atos contra os pais.

Nas redes sociais, a esposa de Gusttavo Lima compartilhou o relato de uma pediatra que pede a atenção dos pais confira logo abaixo:

Gente, essa boneca horrorosa não é para te assustar, ou melhor, é! Estou recebendo muitos directs me solicitando para dar mais visibilidade ao caso. E aqui estou porque concordo com vocês: tal situação merece realmente destaque. Essa boneca se chama Momo e está simplesmente aparecendo no meio de vídeos infantis no Youtube. Ela aparece incitando seu filho a cometer suicídio, a matar mamãe, papai… Inclusive ensina com que instrumentos (ex: faca) pode fazer e a achá-los em casa. Achou chocante???

Então escuta mais essa: ela ainda ‘volta’ em alguns vídeos perguntando se a criança já fez o que ela pediu porque, caso contrário, ela (a Momo) vai pegá-lo.

Sinceramente gente, não conseguimos dimensionar o nível de perversidade na cabeça de algumas pessoas. Diante de acontecimentos como esse e como outros que estamos assistindo ultimamente, temos sim que ter todo o cuidado do mundo com os nossos pequenos!

Cair na real que, infelizmente, há sim pessoas más, e que nesse caso de internet, temos que supervisionar tudo, até um desenho que pareça inocente e que estamos permitindo nossos filhos de assistirem…

Enfim, marque e compartilhe com quantas famílias puderem essa informação, e quem tiver ideias de como poderia ajudar a frear essa crueldade de forma que não atinja nossos filhos fale, juntos somos mais fortes! Informação é tudo”, disse Andressa Suita.

O alarde dos pais

Ter partido de outros pais fez com que o aviso ganhasse ainda mais força, segundo Pase, porque se tratava de alguém conhecido, de confiança e com as mesmas preocupações: resguardar as crianças. Só que muitos pais preferiram encarar posts nas redes sociais como verdade sem questionar se seus autores realmente checaram a informação antes de passá-la adiante.

O próprio texto da corrente no WhatsApp dava pistas de onde os pais poderiam começar a averiguar a história de que Momo estava de fato presente em vídeos do YouTube. Citava os canais de Luccas Neto e Planeta Gêmeas, que nunca chegaram a hospedar conteúdos “invadidos” pela boneca aterrorizante.

Como nenhuma dessas precauções foi tomada, bastou a suspeita de que um ambiente aparentemente seguro, como o das plataformas digitais, foi invadido por uma ameaça para uma preocupação generalizada se instaurar.

A orientação dos especialistas é que os pais não contribuam para o vídeo se espalhar ainda mais. Se virem o vídeo em alguma plataforma, devem denunciar, não repassá-lo adiante. Além disso, devem abordar o assunto com seus filhos sem, porém, exibir o conteúdo dos vídeos, que podem ser perturbador para as crianças.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.