Eduardo Costa vende mansão milionária, sofre calote de famoso e se envolve em escândalo judicial

Sofrendo com crise, Eduardo Costa procurou a Justiça após ser vítima calote milionário de ex jogador de futebol na venda de mansão luxuosa

Não está nada fácil para Eduardo Costa! Após fazer um desabafo sobre a crise financeira que vive por causa da falta de shows, o sertanejo, que tenta recuperar sua carreira após se envolver em diversas polêmicas e teve bens penhorados pela Justiça, está envolvido em mais um escândalo judicial, dessa vez com um ex jogador de futebol que deu um calote na compra de uma de suas mansões.

Segundo informações exclusivas do colunista Peterson Renato, Eduardo Costa acionou a Justiça de Minas Gerais após ser passado para trás pelo ex jogador de futebol e comentarista esportivo Fábio Júnior Pereira. O sertanejo está cobrando, desde o dia 17 de dezembro do ano passado, uma multa de R$ 1 milhão pelo descumprimento do contrato.

Assuntos Relacionados

As informações do colunista são de que Eduardo Costa teria apresentado um documento particular de compromisso e venda e compra do imóvel como prova. O contrato de venda da mansão, localizada em Belo Horizonte, foi assinado no dia 30 de julho de 2020 e o valor da venda equivale a R$ 10 milhões

No processo, que ainda corre na Justiça, Eduardo Costa declara que já fez duas cobranças ao ex jogador de futebol, já que ele não recebeu um centavo sequer da venda até hoje. O combinado seria de que Fábio Júnior daria um adiantamento de R$ 6 milhões e os R$ 4 milhões restantes seriam pagos em 36 parcelas de R$ 111 mil.

Além de cobrar o valor do comprador, Eduardo Costa revela ainda que tem direito à uma multa de R$ 1 milhão (referente à uma cláusula do contrato em caso de não-pagamento). Dessa forma, o cantor sertanejo luta pelo seu dinheiro na Justiça e pede a rescisão do contrato com o ex jogador de futebol após o calote. O colunista ainda afirma que Fábio Júnior, que é comentarista da Globo e SporTV, ainda não havia sido localizado pela Justiça.

Eduardo Costa tenta retomar carreira após polêmicas

(Foto: Reprodução/YouTube)
(Foto: Reprodução/YouTube)

Depois da briga com Leonardo, o cantor sertanejo Eduardo Costa perdeu o contrato com a Talismã e com sua antiga gravadora Sony Music. Além disso o sertanejo teve vários patrocínios cancelados, o que inviabilizou a realização de novas lives sertanejas!

Sem crédito no mercado e tentando emplacar mais um namoro polêmico, o cantor que revelou que é viciado em sexo está desesperado e buscando apoio em blogueiros de Goiânia, que topam gravar entrevistas com o músico. Em troca disso, surgem algumas declarações polêmicas mas ninguém além dos próprios influenciadores têm ganhado visibilidade com isso.

Com a retomada da agenda de shows sertanejos e fora do Cabaré, o cantor Eduardo Costa está sofrendo para vender shows em 2022 para feiras e prefeituras após o desgaste da sua imagem e declarações que ele estaria disposto a brigar pelo nome “Cabaré”, sua ideia original que foi registrada no Inpi (Instituto Nacional de Marcas e Patentes), pela Talismã Music!

Como essa briga com Leonardo e o seu apoio incondicional ao presidente Jair Bolsonaro, embora tenha escrito a música ‘Cuidado’, que ele chamou de manifesto por cobranças de atitudes de políticos brasileiros, o cantor mineiro não vê perspectiva nenhuma de uma nova turnê para o próximo ano, conforme ele disse em algumas entrevistas. A principal questão seria um retorno seguro devido à pandemia, o que parece pouco provável até o momento.