Eduardo Costa é criticado nas redes sociais

Fãs movimentam as redes sociais pedindo o boicote à Eduardo Costa
0 403

Público se manifesta nas redes sociais e pede boicote de Eduardo Costa

O programa ‘Altas Horas’ do último sábado (19) contou com a participação de diversos artistas, como acontece sempre. No entanto, a presença de Eduardo gerou críticas de telespectadores nas redes sociais.

O cantor abriu o programa, cantando, e foi recebido com muito carinho pelo apresentador Serginho Groisman. Além disso também estavam no programa outros convidados: Fernanda Gentil, Mumuzinho e Leandro Hassum.

A polêmica envolvendo Fernanda Lima teve início quando o cantor chamou a apresentadora de “imbecil” nas redes sociais por discordar de uma opinião dela. Dias depois, ele chegou a pedir desculpas a apresentadora, afirmando que poderia ter sido mais comedido nas palavras. Apesar disso, o público segue torcendo o nariz para o sertanejo e mostrou a insatisfação nas redes sociais.

“Horrível querer assistir o Altas Horas porque o Mumuzinho e a Fernanda Gentil estão, e infelizmente ter que ver o Eduardo Costa dividindo o mesmo espaço”, escreveu uma internauta no Twitter. “O Altas Horas sempre doi um dos meus programas favoritos na TV aberta. Mas com Eduardo Costa no palco, fica difícil.”, disse outro.

Mulher tem que ser submissa ao homem

Eduardo Costa é declaradamente a favor das ideologias defendidas pelo presidente da república Jair Bolsonaro. No entanto mais uma vez o sertanejo se envolveu em polêmica ao fazer um elogio a esposa dele, Michelle Bolsonaro.

“Que mulher, meu Deus, que show de humildade, sabedoria, amor, educação, simplicidade. É disso que o país precisa, de uma mulher feminina e sem bandeira, que se preocupe apenas com um país melhor e com pessoas menos favorecidas. Michelle Bolsonaro, você é a estrutura por trás de um homem de muito valor, Deus te abençoe e que você possa ser, e com certeza vai ser, a melhor primeira dama que essa Brasil já viu”, declarou.

Além disso, o artista chamou a atenção por parabenizar Michelle pelo fato dela se mostrar submissa ao marido, Jair Bolsonaro.

“Mulher linda, inteligente, cristã, sábia, mãe, irmã, filha, submissa e principalmente esposa. [Submissão da esposa ao marido. A submissão da esposa no ponto de vista cristão não deve ser entendida ao pé da letra das definições dos dicionário da língua portuguesa. O que é missão: missão é um encargo, uma incumbência, um propósito, é uma função específica que se confere a alguém para fazer algo, é um compromisso, um dever, uma obrigação a executar. Sub é o que está logo abaixo]”, disse, explicando a definição de submissão.

Ao finalizar a homenagem à primeira-dama, Eduardo defendeu que submissão não deve ser confundida com opressão. “Se a esposa se sente oprimida, subjugada, massacrada pelo marido, significa que a missão do marido está em decadência e destinada ao fracasso. O marido que trata a esposa como se fosse empregada, não entendeu nada sobre submissão no ponto de vista bíblico”, completou. A postagem, claro, dividiu opiniões nas redes.

Comentários
Loading...