Eduardo Costa abre o jogo sobre polêmica em nova música e dispara contra o governo

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Eduardo Costa contou detalhes sobre a motivação para compor “Cuidado” e revelou que não irá se calar diante de ameaças recentes

Sertanejo Eduardo Costa lançou o single “Cuidado” recentemente, e desde então tem vivido uma mistura de sentimentos. Além de já ter exposto sobre o medo que sofreu devido a ameaças à sua família, agora o cantor deu uma entrevista em que revelou a motivação do porquê  falar sobre a situação da pandemia e tentar conscientizar o público.

Na conversa exibida no último domingo (09) no Domingo Espetacular, o cantor explicou de onde surgiu a ideia de escrever a canção. Segundo Eduardo, ao receber a notícia da morte de um de seus amigos devido à complicações da Covid-19, ele percebeu uma banalidade absurda das outras pessoas presentes e condenou esse sentimento de indiferença diante do sofrimento alheio que deixou de luto mais de 420 mil famílias em todo o país.

“As pessoas que estavam  receberam a notícia da morte como algo comum, e é isso que me revolta. Eu falei assim: Gente, é uma pessoa que morreu, uma vida que foi embora, o que é isso? Só que eu notei que não era um problema daqui de casa, era um problema de todo lugar. As pessoas dão notícia de morte como quem dá notícia de vida.”, declarou Eduardo Costa.

Assuntos Relacionados

Embora as críticas pareçam ser direcionadas ao atual Presidente Jair Bolsonaro, o sertanejo frisou que não quis direcionar a letra à um partido ou político específicos mas sim, mandar um recado aos eleitores do Brasil. Eduardo ainda contou sobre a importância de artistas se manifestarem sobre problemas coletivos como o qual estamos vivenciando.

“Essa música foi feita para o povo do Brasil, pro eleitor. Eu acho que um artista não deve se intrometer na política, tomar partido de um ou outro candidato, isso eu aprendi. Mas eu também aprendi que o artista não pode ficar calado diante de tanta tragédia que está acontecendo no Brasil. Nós perdemos várias pessoas da nossa família nesses tempos, porque alguém construiu estádio e não hospital. Não é dinheiro, não é bem material, é futuro.”, explicou o cantor. Apesar do medo e ameças ele concluiu: “Não vou me calar”.

Eduardo Costa toma atitude drástica após família sofrer ameaças

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

A polarização política no Brasil é muito radical e infelizmente quem se posiciona, muitas vezes acaba sendo ameaçado. É o que vem acontecendo com o sertanejo Eduardo Costa que parece ter criticado com veemência o atual presidente Jair Bolsonaro na letra da nova música. “Tô bem, mas o lançamento dessa música me preocupou um pouco. (…) Nessa hora não vou mentir que dá uma certa preocupação, um certo medo, sabe?”, afirmou o cantor em um áudio ao qual a Coluna O Dia teve acesso.

Depois de mensagens violentas que recebeu em direção a si e sua família, Eduardo afirmou estar cercado por seguranças por garantia de sua integridade. “Eu acho que a música foi um grande sucesso e nem acredito nessas ameaças. Acho que isso é mais gente ruim querendo causar do que ameaça. Mas não custa prevenir. Não vou pagar pra ver”, contou Eduardo, que ainda alegou que sua música não é para um político ou partido específico.

Além disso, o sertanejo que recentemente detonou Victoria Villarim que foi cogitada para novo reality, acredita que “Cuidado” fará grande sucesso e será inesquecível para sua carreira. “É uma música que com certeza prestou um grande serviço ao povo do Brasil inteiro. Viralizou e já está em tudo que é país, não só no Brasil. (…) Acho que ela será um marco na minha carreira”, finalizou o cantor.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy