Após destruir sua carreira com escândalos sexuais, Eduardo Costa deveria lançar um álbum Gospel

0

O cantor sertanejo Eduardo Costa viu sua carreira ruir em 2021 após se envolver em dezenas de polêmicas que desgastaram a sua imagem e criaram uma enorme rejeição em torno do seu nome

Eduardo Costa, que recentemente se intitulou o “Rei Do Sertanejo, está passando por um momento complicado da sua carreira musical. Além de ver o seu novo projeto “Fora Da Lei”, gravado em Curitiba, fracassar após a pandemia e o isolamento social, o cantor sertanejo viu diversas parcerias acabarem.

+ Acompanhe as últimas notícias do Movimento Country no Instagram

O desentendimento ele entre e o cantor Leonardo, após a realização da desastrosa live sertaneja “Cabaré em Casa, que aconteceu em maio cercada de polêmicas, culminou no fim da amizade e da parceria entre seus dois ex-amigos.

Mas não foi só isso que contribuiu para o desgaste da imagem de Eduardo Costa, que viu nos últimos meses seu nome envolvido em diversos escândalos sexuais que vão desde o vazamentos de fotos íntimas da sua ex noiva Victoria Villarim até frases polêmicas que envolveram a filha da cantora Thaeme, que faz dupla com Thiago.

No meio de tantas polêmicas, a assessoria de imprensa do cantor sertanejo tentava apagar os incêndios causados pelas declarações polêmicas feitas pelo artista, mas ele continuava como uma verdadeira metralhadora giratória causado polêmica com as suas postagens nas redes sociais.

Após o rompimento com o cantor Leonardo, Eduardo Costa chegou a ironizar o fim da parceria ao afirmar que o escritório “Não servia para nada”, referindo-se às vendas de shows que estão paralisadas em função da pandemia.

A saída para o Eduardo Costa pode ser a carreira Gospel

Eduardo Costa não respeitou amigos e parceiros (Foto: Reprodução Instagram)
Eduardo Costa não respeitou amigos e parceiros (Foto: Reprodução Instagram)

Sempre que se envolve em alguma polêmica, Eduardo Costa recorre à religião como refúgio furtando-se da responsabilidade das suas declarações inconsequentes nas redes sociais.

Embora o sertanejo tenha se envolvido em um polêmica ao atacar pastores por causa do Coronavírus, talvez um projeto religioso consiga salvar a imagem do artista, que já foi acusado de estelionato e de supostamente ter vazado fotos íntimas da ex namorada, Victoria Villarim.

Desde 2018, quando declarou apoio público ao então Presidente da República Jair Bolsonaro, Eduardo vem experimentando a decadência de sua reputação e boicote por parte de seus fãs, principalmente na internet, onde o público não perdoa suas declarações impertinentes, como as de que ele já teria se relacionado com menores de idade.

Deixe uma resposta