Veja fotos da mansão que o cantor sertanejo Eduardo Costa está tentando vender pela bagatela de R$ 11,9 milhões, que é ponto principal de uma denúncia por estelionato

O cantor Eduardo Costa vem tentando se livrar de polêmicas após anos estampando os noticiários, e atualmente leva uma vida tranquila ao lado de Mariana Polastreli, mas voltou a ter seu nome em evidência recentemente após ser envolvido em uma denúncia de estelionato milionário. O cantor chegou a ser réu no processo, mas foi absolvido pela Justiça após anos de disputa.

Na ocasião que deu origem à denúncia, Eduardo Costa trocou uma mansão em Capitólio (MG) por outra em Belo Horizonte com um casal de idosos. Acontece que a propriedade do cantor sertanejo no interior de Minas estava em estado irregular e agora ele está sendo processado pelo casal, que reivindica os seus direitos na Justiça.

Então, desde 2019, Eduardo Costa tenta vender essa mansão em Belo Horizonte, mas ainda não achou comprador. Quando foi realizada a troca, o imóvel valia cerca de R$ 9 milhões, e agora ele está pedindo pelo imóvel a quantia de R$ 11,9 milhões. O cantor vai entregar a propriedade para o futuro comprador com todos os móveis inclusos.

Não se sabe qual é a restrição da mansão na Justiça, já que o processo correu em segredo. O cantor não se pronunciou sobre a venda e nem sobre as acusações de estelionato que respondia na Justiça e, enquanto isso, as tentativas de venda continuam a todo vapor, o que pode fazer Eduardo Costa se desfazer da mansão a qualquer momento.

Chegando a 821 metros quadrados, a mansão do cantor conta com quatro suítes, três hidromassagens, três cozinhas, um escritório, duas copas e vista panorâmica. Além disso, o imóvel possui:

  • Adega
  • Bar particular
  • Churrasqueira
  • Deck
  • Home Theater
  • Jardim de inverno
  • Jardim de inverno
  • Piscina
  • Dependências de empregada.

Veja as fotos da mansão de Eduardo Costa em Belo Horizonte:

Eduardo Costa foi inocentado no processo

A Justiça de Minas Gerais proferiu uma decisão no início de novembro absolvendo Eduardo Costa da acusação de estelionato. O juiz José Xavier Magalhães Brandão, da 11ª Vara Criminal de Belo Horizonte, proferiu a decisão em favor do cantor sertanejo.

Apesar da alegação de que o cantor sertanejo teria induzido pessoas ao erro, o juiz declarou que os proprietários do imóvel que seria comprado por Eduardo Costa tinham conhecimento de que a propriedade em Capitólio estava envolvida em litígios judiciais.

O juiz afirmou que “ao consultar a matrícula do imóvel dado em pagamento, verificou-se a existência de demanda coletiva judicial, que versava sobre pendências de construções dentro do limite estabelecido por Furnas”. Essa informação, usada como argumento pela defesa do cantor, foi confirmada por testemunhas.

É importante destacar que a decisão é de 1ª Instância e ainda cabe recurso.

_blank
Share.
© 2024 ThemeSphere. Designed by ThemeSphere.