Eduardo Costa detona Luan Santana e diz que cantor não é sertanejo: “É pop”

Eduardo Costa gerou polêmica com os fãs de Luan Santana após alegar que o cantor não se adequava ao sertanejo, mas ao gênero pop

O cantor sertanejo Eduardo Costa, que viu seu mundo virar de cabeça para baixo após se declarar para sua nova affair, que é casada, e o conselho tutelar começar a investigá-la, abriu o jogo e mostrou mais posicionamentos polêmicos, dessa vez com o cantor Luan Santana, a quem alegou não ser cantor sertanejo.

+ Acompanhe as notícias da música sertaneja em nosso canal do YouTube

Na mesma entrevista ao canal Conceito Sertanejo em que detonou Leonardo e acusou o ex amigo de se apropriar do “Cabaré”, Eduardo Costa deu sua opinião sincera sobre o estilo do também cantor sertanejo Luan Santana e a resposta deu o que falar entre os fãs do astro. Isso porque Eduardo disse que Luan não era cantor sertanejo, e sim de pop:

“O Luan Santana canta muito bem, mas é diferente… É muito mais pop até do que sertanejo, não se pode colocar muito como sertanejo (o estilo de suas músicas). O trabalho dele é lindo! Eu amo o trabalho dele, ele canta muito bem, mas sertanejo… não sei!”, disparou o cantor, que está sendo acusado de racismo após uma polêmica com a atriz Taís Araújo.

A declaração  dividiu bastante a opinião dos internautas e nos comentários da publicação vários fãs concordaram com a fala de Eduardo Costa e dispararam sobre o gênero de Luan Santana: “Só falou verdade. Luan Santana nunca foi e nunca vai ser sertanejo”, disparou um. “Ele se força ser um sertanejo raiz mais não é”, complementou outra internauta. E teve até quem o comparasse a Zé Felipe“Luan Santana e Ze Felipe são exemplos do pop escondido atrás do sertanejo”, detonou uma internauta.

Assuntos Relacionados 

Eduardo Costa detona Leonardo e acusa de roubar o “Cabaré”

(Foto: Reprodução Instagram)
(Foto: Reprodução Instagram)

Eduardo Costa foi demitido da Talismã após a live sertaneja “Cabaré”, que foi marcada por barbáries e comentários baixos, incluindo um “vou transar pensando no bebê da Thaeme”. Agora, após um ano do rompimento, o cantor deu uma entrevista ao Conceito Sertanejo, onde abriu o jogo sobre sua exclusão e detonou Leonardo por se apropriar das suas ideias:

“Eu nunca tive negócio com Leonardo, eu sempre tive negócio com William, e aí eu fui programando essa minha saída. Quando aconteceu a live e aquela chateação toda, eu percebi que chegou o momento de eu sair, mas não teve nada a ver com a live, nem com Leonardo. Mas se me perguntar: ‘Existe alguma chateação de você com o escritório?’, eu vou falar que existe sim, devido ao nome ‘Cabaré’. Foi um nome que eu criei, e eu não tenho nada contra nenhum artista, contra ninguém, mas eu tenho um pouco de ciúme das coisas que eu criei”, disparou o cantor.

“Não tem a ver com os personagens, nem com Leonardo, tem a ver com a marca. Eu não faria o ‘Cabaré’ com nenhum outro artista. Eu não faria, é uma questão pra mim de respeito, de hombridade, de sabedoria. Eu não faço parte dos projetos que eu mesmo criei, eu fui tirado da minha própria casa. Eu não faço parte da cachaça ‘Cabaré’ e nem da live. Isso porque eu assinei alguns papéis para alguns amigos, pessoas que eu confiei”, detonou Eduardo Costa sobre a traição de Leonardo, dando a entender que ele se apropriou de sua ideia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais