O maior site sertanejo do Brasil

Eduardo Costa pode ser processado por estelionato após venda de mansão

0 10.456

Eduardo Costa pode ser intimado a qualquer momento pela polícia civil em Minas Gerais após acusação de estelionato envolvendo sua mansão.


Eduardo Costa teria ocultado fatos importantes durante as negociações da venda da sua mansão na Pampulha. No contrato firmado em 2015, o cantor teria oferecido como bens como parte do pagamento. A negociação envolvia uma Ferrari, uma lancha e uma moto aquática e outra mansão do cantor localizado em Capitólio.

A promessa de compra e venda deixa bem claro que o imóvel, avaliado em R$6 milhões de reais estaria livre de impedimento legais.

Mas grande parte da casa, teria sido construída irregularmente, em um terreno que pertence à União. É o que consta no processo movido pelo Ministério Público Federal  e pela empresa Furnas Centrais Elétricas. No processo os órgãos públicos solicitam a demolição de parte da área construída. Fato que o sertanejo teria ocultado durante as negociações.

Por causa da extensa agenda de shows, a Polícia Civil de Minas Gerais ainda não conseguiu notificar oficialmente o cantor Eduardo Costa, mas pessoas ligadas a ele já foram notificadas e a polícia deve notificar o cantor nos próximos dias.

O advogado dos antigos donos da mansão em Belo Horizonte, não quiseram se pronunciar sobre o caso, mas os documentos mostram que o negócio milionário pode causar um prejuízo de até R$10 milhões de reais. Eduardo Costa não se manifestou oficialmente sobre o caso.

Eduardo Costa pedia favores à prefeitura

No ano passado o cantor sertanejo  pediu auxílio da prefeitura da cidade de Capitólio, em Minas Gerais, para comprar uma mansão na cidade.

Eduardo Costa diz que ama a região, que engloba Escarpas do Lago, e pede segurança para morar na cidade. “Eu sou uma pessoa que ama Escarpas, que ama Capitólio. Eu amo essa região. Tenho um prazer enorme em dizer que eu sou morador daí”, diz ele, antes de cobrar retorno.

As reclamações continuam e o sertanejo diz que ainda não comprou uma casa do valor de R$ 6 milhões por falta de ajuda. “A prefeitura nunca me auxiliou, nenhum político aí nunca me auxiliou.
Ninguém nunca me chamou pra conversa: ‘ó Eduardo, vamos arrumar uma casa top pra você aqui. Vamos fazer um preço melhor para você”, diz.

Por fim, o cantor diz que o investimento que faz na carreira é muito alto. “Eu acabei de comprar um avião, estou descapitalizado”, finaliza.

Comments
Loading...