Eduardo Costa detona Gusttavo Lima após ter banda roubada pelo sertanejo e briga vem à tona

0
78
Eduardo Costa abre o jogo sobre divórcio de Gusttavo Lima e Andressa Suíta.
Eduardo Costa abre o jogo sobre divórcio de Gusttavo Lima e Andressa Suíta. (Foto: Reprodução Internet)

Eduardo Costa é vítima de golpe de Gusttavo Lima, tem banda roubada e detona o cantor após briga entre sertanejos vir à tona

O cantor sertanejo Eduardo Costa, que recentemente fez um desabafo sobre as ameaças de morte que sofreu após apoiar Bolsonaro, abriu o jogo sobre sua relação com Gusttavo Lima e detonou o sertanejo após ter banda roubada pelo Embaixador.

Confira as notícias do Movimento Country no YouTube

Em uma entrevista ao podcast “Alma Sertaneja”, do YouTuber Dudu Porcena, Eduardo Costa abriu o jogo sobre sua relação com Gusttavo Lima após ser abandonado pelos cantores sertanejos em meio à polêmicas.

O intérprete de “Ainda Tô Aí” revelou que não é amigo de Gusttavo Lima, mas tem um carinho e respeito pelo cantor, e aproveitou para detoná-lo ao contar uma situação que viveu ao lado de Gusttavo quando ele teve sua banda roubada:

“Ah, ali eu fiquei puto. Mas muito puto, mas pensa em um homem puto, mas puto. Não, eu não fiquei puto, rapaz, eu queria esganar aquele Gusttavo Lima. Mas isso normal. Entendeu? O problema não foi contratar banda, foi ele tirar a minha banda de um dia para o outro. Assim, eu estava tocando e os músicos falaram: ‘temos que ir já’. Falei, ah tomei no c*, igual vaca agora”, disparou Eduardo Costa.

Leia também

Sertanejo revelou ter sofrido ameaça de morte

(Foto: Internet)
(Foto: Internet)

Em uma entrevista ao site Observatório de Música, Eduardo Costa abriu o jogo sobre as ameaças que sofreu por apoiar Bolsonaro em 2018 e declarou ter se arrependido de se expor politicamente:

“Infelizmente, eu entrei em um lado obscuro que não deveria ter entrado, que foi política! Eu tentei ser um cidadão comum e eu esqueci que eu era um artista! Fui um cidadão normal com todas as queixas e críticas ao ver o ver o Brasil, em uma situação difícil”, começou.

Ouça os principais lançamentos sertanejos no Spotify

“Eu resolvi em algum momento expor meu voto e fazer quase que uma campanha e eu vi ali o que pode acontecer com uma pessoa em termos de xingamento e baixaria que não dá nem pra citar, até ameaças, ameaças à família, fora cancelamento, fora muitas coisas que eu não fiz e falei”, disparou Eduardo Costa, desabafando sobre as ameaças de morte.