Eduardo Costa abre o jogo sobre sua sexualidade e choca fãs: “Faço tudo que um viado faz”

Após ser acusado de se envolver com mulher casada, sertanejo Eduardo Costa faz revelação surpreendente sobre orientação sexual

O cantor Eduardo Costa que leva uma vida cercada de polêmicas e recentemente, se envolveu com uma mulher casada, deu uma declaração sincera sobre sua sexualidade. Poucos dias após ser detonado nas redes por relativizar o racismo, o artista de música sertaneja se definiu como “semi gay” e justificou a declaração.

Não sendo a primeira vez em que ele usa essa mesma expressão, Eduardo Costa levantou um questionamento em torno de sua orientação sexual: “Você consegue imaginar o Eduardo Costa gay? Porque assim, se eu fosse eu seria muito assumido. Eu gosto muito de mulher, se eu fosse gay eu ia gostar muito de homem. Eu ia ser uma gayzona mesmo”, declarou

Justificando sobre a afirmação, ele continuou: “Eu sou um cara muito organizado, muito ajeitado, tudo muito arrumado. Eu sou um semi-gay, eu faço tudo que um viado faz, só não dou o c*. Você quer gente mais organizado que o viado? O viado, o gay, os homossexuais eles estão entre os homens e as mulheres, eles caminham entre eles com muita facilidade”, comentou.

Assuntos Relacionados 

Além disso, o cantor de música sertaneja fez questão de frisar que um dos seus melhores amigos é homossexual, declaração essa que serve muitas vezes para um convencimento de que o indivíduo é livre de preconceitos. No entanto, isso não é sinônimo de respeito à todas pessoas mas sim àquelas as quais pertencem ao seu convívio, o que não gera portanto, consequências positivas no que diz respeito à causa coletiva.

Sobre declarações antigas do músico sobre o mesmo assunto, ao ser chamado de homossexual por um seguidor em março do ano passado, Eduardo Costa escreveu: “Sou um semigay, não é que eu goste de ceder a cauda não, é que se eu demorasse mais cinco minutos pra nascer nascia ou mulher ou viado. Mas meu lado gay também gosta de mulher”, afirmou.

Eduardo Costa briga pelo nome “Cabaré” e detona traição

(Foto: Reprodução/Divulgação)
(Foto: Reprodução/Divulgação)

O cantor sertanejo Eduardo Costa parece ainda não ter superado o fim do projeto “Cabaré“, em parceria com Leonardo, que acabou após uma série de polêmicas em uma live sertaneja no dia 1° de maio de 2020, onde Eduardo Costa afirmou que transaria pensando na filha de Thaeme e gerou revolta na internet. Agora, mais de um ano do ocorrido e de sua saída da Talismã, o sertanejo tem se revelado muito magoado com Leonardo.

Eduardo Costa não aceitou ser trocado por outros artistas no projeto Cabaré. O cantor sertanejo sente-se traído por Leonardo e chegou a discutir sobre o uso do nome do show “Cabaré”, afirmando que o projeto foi a sua criação e que ele não faria com mais ninguém que não fosse o próprio pai de Zé Felipe.

No entanto, após polêmicas, Leonardo rompeu drasticamente com o seu ex amigo e o trocou por outros nomes da música sertaneja, como Gusttavo Lima e Marília Mendonça, que bombaram em outras edições da live sertaneja. Em uma série de entrevistas recentes, Eduardo Costa revelou que o “Cabaré” é uma criação própria sua e que ele ficou revoltado com a atitude de Leonardo de excluí-lo das lives, afirmando que era falta hombridade e que ele teria sido “tirado da própria casa”:

“Se me perguntar: ‘Existe alguma chateação de você com o escritório?’, eu vou falar que existe sim, devido ao nome ‘Cabaré’. Foi um nome que eu criei, e eu não tenho nada contra nenhum artista, contra ninguém, mas eu tenho um pouco de ciúme das coisas que eu criei”, disparou em uma entrevista ao canal do Conceito Sertanejo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais