Edson faz desabafo após ficar em estado grave com Covid: “Medo de morrer”

Edson Cadorini, da dupla com Hudson, esteve internado em estado grave por causa da Covid-19 e revela: “meu maior medo era morrer”

O cantor Edson, que esteve internado em estado grave em consequência da Covid-19 e teve reencontro emocionante com a filha de 1 ano, deu mais um depoimento emocionante sobre o período de batalha contra a doença.

Edson Cadorini adiou alguns dos projetos da dupla Edson e Hudson, que já estavam datados, mas logo irá retomar por ser sua prioridade profissional principal. Mesmo tendo lançado uma linha de café gourmet, a música é o foco do sertanejo.

Em entrevista a Quem, Edson fez declarações detalhadas sobre o período de internação e agora, seu processo de recuperação, além de pontuar todo o sentimento de medo e receio por algo que não estava sob seu controle, algo que o Covid-19 causa nos contaminados.

Assuntos Relacionados

Confesso que meu maior medo era o de morrer. Não estava na minha mão. Graças a Deus, meu corpo reagiu aos medicamentos e hoje estou 100% recuperado.

Sobre a recuperação, Edson continua tomando medicamentos até a estabilização: “Ainda continuo tomando anticoagulante e vitaminas. Os remédios que precisei tomar pós-Covid já parei, tudo de acordo com as orientações da equipe responsável.”, acrescenta o cantor.

O cantor ainda pontuou sobre o distanciamento social e sobre os valores e conscientizações a serem ganhos nesse período difícil que estamos passando. “Sempre respeitei as restrições. Fico feliz quando vejo as pessoas se conscientizando com diferentes questões, questões que merecem atenção.”, explica Edson.

Por fim, o cantor garantiu que mesmo com os projetos solo, Edson e Hudson é a prioridade máxima. sua maior paixão: “Estou com muita saudade dos palcos. É muita saudade mesmo de ver as pessoas cantando, os olhos das pessoas brilhando.”

Meu projeto com meu irmão, a dupla Edson & Hudson, é a base de tudo. A gente tem muita sorte de estar no mercado há tempo, crescendo e conquistando fãs.

“Foi Deus”: linha de café gourmet

(Foto: Reprodução/Instagram: @edsonsertanejo)
(Foto: Reprodução/Instagram: @edsonsertanejo)

Edson Cadorini, que esteve em estado grave por complicações da Covid-19 e chegou a parar na UTI, foi convidado por uma família de amigos a fazer parte de um projeto que ele e sua esposa são apaixonados: café. Ao contribuir para a estatística em que diz que o Brasil é décimo quarto lugar como o país que mais consome esse grão no mundo, os dois batizaram a linha de café gourmet como “Foi Deus”.

A esposa que é apaixonada por café anunciou sem hesitar: “Não poderia ter um produto que tivesse tanto a minha cara! Sou consumidora nata, apaixonada e viciada. Minha bebida preferida, sem dúvidas.”, começou Deia.

“Quando recebemos o convite, fiquei extremamente feliz porque eu o consumo no meu dia a dia. Gosto de passar verdade para os meus seguidores, aquilo que realmente aprecio e faz parte da minha vida, e meu público sabe quanto amo café”,  finalizou a esposa.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais