Dupla sertaneja é acusada de golpe e vai parar na justiça

0
116
Dupla sertaneja é acusada de golpe e vai parar na justiça (Foto: Reprodução/Divulgação)
Dupla sertaneja é acusada de golpe e vai parar na justiça (Foto: Reprodução/Divulgação)

Cleber e Cauan são acusados de não prestar contas a sócios que investiram em 2015 na carreira da dupla a pedido de uma autoridade de Rondônia

Uma ação que tramita na 24a Vara Cível e de Arbitragem de Goiânia é movida por três sócios frustrados que alavancaram a carreira da dupla sertaneja Cleber e Cauan, que recentemente foi flagrada em uma grande aglomeração. Os empresários fecharam o negócio em 2015 através de uma proposta do secretário de saúde de Rondônia, Fernando Máximo, irmão do cantor Cauan.

Na transação, os investidores brasilienses cederam cerca de R$600 mil e em troca teriam 20% dos lucros da dupla sertaneja. No entanto, após o recebimento do dinheiro, nem Fernando Máximo e nem mesmo Cleber e Cauan prestaram nenhum tipo de conta, bem como não retribuíram dividindo os lucros.

Depois de terem o contato bloqueado pelos envolvidos, os empresários resolveram procurar a justiça para que a dupla sertaneja e Fernando possam ser intimados a prestar contas. Há a suspeita ainda de que o secretário de saúde tenha se apropriado de parte dos valores.

Assuntos Relacionados

Agora, a Justiça acabou rejeitando a prestação de contas apresentada pela dupla sertaneja, afirmando que é infundada e mal esclarecida. A juíza Iara Márcia Franzoni de Lima Costa decidiu que:

No caso dos autos, nota-se que a parte ré acostou documentos diversos na movimentação 176, alguns com exercício a partir de maio/2017 (arquivo 34 a 78). Entretanto, se mostraram insuficientes, conforme regra acima destaca a qual impede a observação. Especificamente com referência aos documentos a partir de setembro/2017, por exemplo, há retiradas em nome de Cleber e Charlles (Cauan), mas com divisão zerada ao final do mês (arquivo 43 da movimentação 176), pontos que não foram esclarecidos. Desta forma, por todo o exposto, não há como prosseguir com a aceitação das contas apresentadas pelos réus“.

Público fica ao lado de Eduardo Costa após traição de Leonardo

(Foto: Divulgação)
(Foto: Reprodução Divulgação)

Não é segredo que a idealização do projeto Cabaré foi dos cantores Leonardo e Eduardo Costa. A partir disso, juntos eles saíram em turnê e foram muito prestigiados no país pelos fãs do sertanejo.

Mas após brigas, o cantor Leonardo teve a ideia de revigorar a atração neste ano e chamou Gusttavo Lima para “Cabaré 2”. Logo, os internautas questionaram a opinião de Eduardo Costa que se pronunciou na madrugada do dia 09 de abril através de suas redes sociais.

O cantor afirmou que Gusttavo Lima caiu de paraquedas no projeto mas elogiou ambos pelo show e afirmou ter gostado. No entanto, Eduardo Costa também deixou claro que não teria a mesma atitude de Leonardo. “(…) Não gravaria o projeto com outro artista, somente com Leonardo.”, afirmou o cantor.

“Um dos piores sentimentos que o ser humano pode ter é a sensação de ser trocado!!”, “Doa quem doer!! Mas foi uma falta de sensibilidade da parte do Leonardo usar esse título na live.” foram alguns dos comentários na internet de evidente apoio a Eduardo pela situação.