O que aconteceu com Donizeti Camargo, cantor do sucesso “Galopeira”?

0
878
O que aconteceu com Donizeti Camargo, cantor do sucesso
O que aconteceu com Donizeti Camargo, cantor do sucesso "Galopeira"? (Foto: Reprodução Internet)

De um dos maiores clássicos do sertanejo à falência: Sem shows, Donizeti Camargo, cantor de “Galopeira“, vive crise e se reinventa

O cantor Donizeti Camargo ficou conhecido pelo hit “Galopeira” nos anos 80, que é lembrado até hoje como um dos maiores clássicos da música sertaneja, e foi considerado um dos maiores artistas sertanejos do Brasil, mas a pandemia acabou por fazer vários de seus projetos irem por água abaixo e o deixou em uma dura situação de crise.

Donizeti é conhecido no cenário nacional como “O Príncipe da Canção” devido à sua potência vocal e já teve o sucesso “Galopeira” interpretado por grandes nomes da música sertaneja, como Chitãozinho e Xororó e Zezé Di Camargo e Luciano. No início da sua carreira, venceu até prêmios internacionais quando, em 1982, recebeu no México o prêmio de Melhor Voz Infantil da América Latina.

A potência de “Galopeira” impulsionou tanto a carreira de Donizeti Camargo que o cantor sertanejo conquistou 2 discos de ouro entre seus 18 projetos gravados e lotou shows por todo o Brasil, se consagrando ainda na televisão com o programa Especial Sertanejo na TV Record, no qual foi apresentador, e trabalhou na Rádio Metropolitana de Mogi das Cruzes (SP).

Assuntos Relacionados

No entanto, passado o auge da fama, as apresentações começaram a diminuir e, consequentemente seus cachês. Com a chegada da pandemia, o cantor sertanejo não conseguiu segurar a crise financeira e se viu obrigado a receber até o auxílio emergencial tendo, assim, falência exposta.

Donizeti começou a trabalhar como caminhoneiro para conseguir sustentar sua família, mas não desanima da possibilidade de voltar aos palcos em breve, segundo ele mesmo declarou em entrevista. Como está Donizeti Camargo nos dias atuais? Confira detalhes abaixo.

Cantor sertanejo está trabalhando de caminhoneiro

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Em entrevista ao F5, Donizeti fez um desabafo sobre sua situação financeira e alegou que cobrava cerca de R$ 15 mil por cada apresentação, tendo uma média de dois a três shows por final de semana, incluindo casas noturnas, rodeios e festas em geral.

A crise fez o cantor sertanejo procurar emprego no rádio e TV local, onde chegou a apresentar o programa “Especial Sertanejo” pela TV Record no auge de sua carreira, mas não conseguiu em nenhum lugar devido à exigência de ter um patrocínio de, pelo menos, 50 mil reais para conseguir um horário. Sem alternativa, Donizeti recorreu até ao auxílio emergencial do governo.

“Vou ser sincero. O auxílio emergencial foi só realmente para me dar uma ajuda para colocar comida em casa”, alegou na entrevista. Então o cantor sertanejo conseguiu uma indicação do irmão para trabalhar como caminhoneiro, o que se tornou sua ocupação desde setembro de 2020: “Para mim não foi difícil me adaptar, hoje é meu ganha pão neste momento da pandemia. Como eu não posso trabalhar com shows, eles pararam, eu estou caminhoneiro”, declarou Donizeti.